segunda-feira, 26 de julho de 2010

Animais atingidos pelas chuvas em PE recebem ajuda

As fortes chuvas ocorridas em junho em Pernambuco atingiram também milhares de animais no Estado. Como forma de ajudá-los, a PEDIGREE® Adotar é Tudo de Bom, em ação articulada pela WSPA, doaram uma tonelada e meia de sacos de ração, que foramo entregues no dia 15 de julho, na Gato Feliz e Cia, entidade afiliada à WSPA (ong, veja o site:http://www.wspabrasil.org/) e localizada em Recife. O alimento foi doado juntamente com comedouros da marca.

A doação foi distribuída nas cidades afetadas com a ajuda de voluntários da Secretaria de Saúde de Pernambuco, de oficiais de controle animal e de ONGs locais, como a AADAMA, também afiliada à WSPA.


Ajuda imediata

Além do sofrimento proveniente da perda dos seus lares e, muitas vezes, dos seus donos, grande parte dos animais apresentam escoriações e estão começando a mostrar sinais de desnutrição. Nessas condições de stress, falta de higiene e falta de alimento, a imunidade dos animais, e também das pessoas, fica comprometida e a incidência de transmissão de zoonoses, como a leptospirose, aumenta.

A gerente de programas veterinários da WSPA, Rosangela Ribeiro, comemorou a prontidão com que a PEDIGREE® Adotar é Tudo de Bom respondeu ao chamado:

– Diante do comprometimento das necessidades básicas dos animais, que incluem a alimentação, pensamos imediatamente em uma empresa que se preocupasse e que trabalhasse pelo bem-estar animal. A PEDIGREE® correspondeu as nossas expectativas respondendo ao pedido da WSPA logo no primeiro contato e contribuindo significativamente – relatou Rosangela.

Segundo José Carlos Rapacci, diretor de marketing de pet da Mars Brasil (fabricante das rações PEDIGREE®), atender às necessidades dos animais é primordial:

- Mais do que produzir alimentos de alta qualidade, a PEDIGREE® se preocupa com o bem-estar animal. Ficamos felizes em saber que estamos contribuindo para auxiliar o atendimento aos cães de Pernambuco que também estão sofrendo com as enchentes que atingiram o Estado - disse Rapacci.

Conheça a campanha PEDIGREE® Adotar é Tudo de Bom, que já promoveu a adoção de 12.170 cachorros abandonados:
http://www.adotaretudodebom.com.br/

Merial se solidariza com a situação dos animais

Os animais que ficaram desalojados são motivo de preocupação porque podem ser fonte de transmissão de doenças, como a leptospirose e a raiva. Para ajudar na prevenção dessas zoonoses, 500 doses vacinas Recombitek, da MERIAL®, foram doadas pelo laboratório à WSPA e serão utilizadas pelos mais de 60 veterinários que estão trabalhando nas áreas afetadas.

De 67 municípios atingidos, 12 estão em estado de calamidade pública e cerca de 80 mil pessoas foram afetadas em todo o Estado. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, até hoje já foram confirmados 10 casos de leptospirose, e mais 64 estão sob suspeita.


Mutirão para cadastramento de animais reúne Secretarias de Saúde

Além da Secretaria de Saúde de Pernambuco e Recife, as secretarias do Cabo, Olinda, Jaboatão e Paulista se reuniram para um mutirão com o objetivo de cadastrar os animais dos abrigos e os animais errantes do município de Barreiros, um dos mais atingidos pelas chuvas em Pernambuco. Os animais cadastrados foram vacinados e identificados com coleiras e placas.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Fé é aquilo que não se vê


Resolvi estudar a Bíblia -, a leitura mais difícil do mundo, na minha opinião. E sabe de uma? A fé é aquilo que não se vê. É isso mesmo. Segundo o livro sagrado, a fé é identificada como a "certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que não se vêem".

Fé a certeza das coisas que não se vê sim. Uma vida com fé é uma vida com esperança de que algo vai acontecer. Acredito que a fé é o ar que respiramos, é o que nos impulsiona na vida. Caso contrário, não estamos vivendo, apenas respirando.

Um exemplo de fé é Maria, mãe de Jesus. Não era casada nem tinha namorado e aceitou uma gravidez, mesmo sabendo que isso traria implicações sociais devastadoras. Eis que Maria aceitou e disse "que se cumpra em mim conforma a tua palavra" (Lc 1.38). Para ela, a fé era muito mais a certeza das coisas que não se vê.

Decidi que terei mais fé. Farei as pazes comigo mesma e acreditarei naquilo não vejo. Tenho certeza que tal sentimento era o que faltava no coração. E não estou enganada.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Marido de aluguel existe

Ele conserta a cortina que vive caindo, a pia que desabou, a porta emperrada e troca o chuveiro queimado. Adivinha quem é? É o marido de aluguel, um serviço que existe em Brasília que chegou para dar uma força aos maridos reais. Diante de tempos em que somos tão ocupados, o marido de aluguel caiu como uma luva.

Achei mesmo um barato. Bom para as que têm e não têm marido. Melhor ainda para os homens. Mas isso tem um preço, não sei quanto. Veja no site:
http://www.maridodealugueldf.com.br/default.aspx

De acordo com o site do marido de aluguel, Em uma hora é possível se fazer vários serviços, como instalação de um varal de teto (20 min); instalação de uma máquina de lavar roupas (5 min); reparo de uma torneira pingando (5 min); colocar três quadros (10 min); desentupir uma pia de banheiro (5 min); trocar um sifão (5 min) e trocar lâmpadas (10 min).



imagem: http://www.papodeempreendedor.com.br/wp-content/uploads/plumber.jpg

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Banda inglesa maneira

Na sexta-feira, à noite, enquanto dirigia para casa, escutei no rádio uma música inédita para mim: forever lost. A canção é da banda inglesa The Magic Numbers (criada em 2002). Vale a pena ouvir. A batida é ótima. Só achei que o clipe não tem nada haver com a letra da música!

Dê férias para a calcinha


Para enlouquecer um homem não precisa ser bonita, basta estar sem calcinha. Rá rá rá. Pelo menos é essa a opinião de um psicólogo e psicoterapeuta italiano. Achei engraçado pois, segundo ele, a cinderela não é linda: ela apenas estava sem calcinha quando conquistou o príncipe encantado. Outro exemplo citado foi o da Sharon Stone em Instituto Selvagem -, que também estava sem. Pense!!! Se é para enlouquecer nosso homens, por que não? Bota a calcinha de molho, pô!


imagem: http://3.bp.blogspot.com/_siEe9a3cPEw/S6of1QRdVVI/AAAAAAAAAAM/daAzNRefmyo/s1600-R/CALCINHAS.jpg

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Por que dói?

A previsão para o meu signo hoje dizia para que eu não me abatesse pela crítica cruel. E no final, afirmava que há algo para colher de bom. Dificilmente, leio horóscopo. Quando faço isso, é porque realmente está me faltando algo, e infelizmente – ou felizmente – tenho que achar um colo em algum lugar. E, este lugar, hoje, foi o horóscopo de internet.

Críticas sempre serão bem vindas, mas com crueldade podem ferir. Hoje, criticaram o meu estilo e o meu modo de vestir. E isso me machucou pois o clássico nunca cai de moda. Gostaria, do fundo do meu coração sincero, saber porque incomodo se estou bem vestida. Qual o problema de eu sempre me destacar?! Não é o meu objetivo, juro. Mas sempre me vesti com muito esmero, escolhi cada peça com muito carinho, e assim sou eu. Sou conhecida pela elegância em todos os lugares. Não há mal nenhum e ninguém sai prejudicado. Só queria saber porque o meu coração está prejudicado por causa de algo tão pequeno. Uma crítica não deveria doer tanto...mas na época da TPM, qualquer coisa é motivo de tristeza.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

A mulher inteligente sabe

"As mulheres inteligentes sabem que...
Se um casal lhe diz que eles jamais discutem, ou estão mentindo ou morando em apartamentos separados. O mais provável é que estejam mentindo".
( Steven Carter & Julia Sokol)


Pensei muito em perfeição nesta semana e sei que isso não existe e é ridículo tentar traçar tal postura. Mulheres inteligentes sabem que não existem a super mulher nem o relacionamento perfeito. Tudo isso é culpa das propagandas de manteiga e supermercados e, ainda de artigos publicados em revistas, que mostram uma mulher maravilhosamente linda com cabelos esvoaçantes - como os de comerciais de tv -, o marido é lindo e afetuoso, o emprego é ótimo e super estimulante, os filhos não choram e vivem alegres e limpos. Ela se dedica aos filhos vestida com um lindo casaco de lã branco que nunca suja mesmo estando no parquinho ao balançar o seu filhote lindo e limpo (kkkkk). Ela nunca sente sono. Acorda super disposta, veste uma roupa sem nenhum amassado, pega a bolsa chanel, dirige o super carro possante rumo ao trabalho, localizado num dos prédios mais altos e chiques da cidade. Ela não tem estresse. Faz as unhas semanalmente, a empregada não erra nos afazeres domésticos nem pergunta o que tem para fazer para o almoço, os filhos não adoecem -, nem se sujam (kkkk) nem criam confusão para ir dormir, e o marido sempre está disposto para presenteá-la com aquela massagem. Uau! É lindo. Eu queria uma vida dessa.


Então, mulheres inteligentes devem saber que o mundo da fantasia, o casamento é a solução para tudo. Mas, na vida real, até os melhores casamentos têm conflitos e problemas. Isso é normal, qual o problema?!


Para estar junto não é preciso concordar com todos os gostos musicais ou a qual restaurante ir, basta equilibrar. Mesmo que um casal seja harmônico, é normal que eles discordem se vão ou não ao cinema, qual o programa na tv vão assistir, que estação de rádio ouvirão enquanto jogam baralho, onde gastarão as férias e o que fazer na sexta-feira à noite. E quando o casal casar, ele terão que entrar em "acordo" em pequenas coisas, como qual a temperatura do ar condicionado ao dormir ou se um dos dois poderá ficar com a luz do abajur acesa sem que incomode o outro que quer dormir e por aí vai.


Percebi que tudo é questão de acordo. O casamento ou o namoro é assim eternamente, nem sempre os dois estarão em pleno acordo sobre qual hotel ficarão hospedados nas férias ou se vão ao cinema no domingou ou na segunda...tudo perfeitamente normal. Ou você acha que a Angeline Jolie não briga com o Brad Pitt? E que a Angélica e o Luciano Huck sempre estão felizes como nas fotos da Revista Caras, Contigo e por aí vai ?!



terça-feira, 13 de julho de 2010

Sem cansar a beleza


Acho que todas as mulheres deveriam ter amigos homens. Digo isso pois eles são práticos e falam a verdade na cara, mesmo que isso possa causar um mal estar. Igual ao fime "Ele simplesmente não está a fim de você". Assim, na cara dura! Nós, mulheres -, como já escrevi aqui - inventam desculpas para os caras que não ligam ou não as chamam para sair. Imaginamos mil coisas que poderiam impedir uma ligação, colocamos culpa na infância ruim deles, no casamento desfeito ou no excesso de trabalho. Tudo ladainha. Quando eles nos querem, ligarão sim e nos chamarão para passear, pronto e acabou.


Temos as desculpas, e no fim das contas, um amigo homem de forma simples e rápida nos diz claramente que..."olha só, está parecendo que ele simplesmente não está a fim de você". Pronto, para que ficar analisando o imbecil que não se deu conta da mulher maravilhosa que ele conheceu. Isso me deixa brava pois vejo verdadeiras mulheres com M maiúsculo, perdendo tempo com esses caras.


Se um cara MENTALMENTE SAUDÁVEL gosta de você, nada poderá impedí-lo. E, se não for MENTALMENTE SAUDÁVEL, para que alguém vai querê-lo.


O Greg do filme e do livro lembra que todas nós somos mulheres lindas, inteligentes e engraçadas e que não devemos perder o nosso tempo tentando descobrir por que um cara não telefona para nós. Segundo ele, não devemos cansar a nossa beleza. E outra, nós somos a regra e não a excessão.


imagem: http://meuslivros.weblog.com.pt/arquivo/mulheres-1.jpg

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Mães resolvem tomar juízo


Dizem que as crianças de hoje são o futuro da nação. E isso me preocupa pois as crianças que vejo, ultimamente, são chatas, mal educadas, mimadas, irritadas e, na minha opinião, tinham que cuidadas pelo Ibama ou levadas ao zoológico. Valha me Deus...não tenho paciência. Imaginem quando esses protótipos crescerem. Saravá! As crianças de hoje serão os adultos proativos, a massa trabalhadora e quem sabe um grande cientista, educador ou até presidente da república. É, presidente da república sim. Ou será que teremos que aturar um gagá de quase 100 anos no poder. Não, não, o mundo muda o tempo todo, as pessoas envelhecem e outras, naturalmente, nascem. Então, é obrigatório educar o filho que colocou no mundo pois ninguém merece aturar chatice de nenhuma criança.


Por incrível que pareça, todo esse meu discurso é porque estou feliz, pois agora vi uma luz no fim do túnel ao ler uma matéria na revista Veja sobre o crescimento do número de mulheres que deixaram a carreira para cuidar dos filhos. Será que agora veremos criancas educadas e verdadeiros potenciais para o futuro da nação É uma esperança! E olha que eu já tinha perdido a minha.


Acredito que a vida seja feita de escolhas. Se a pessoa escolheu ser mãe, faça me o favor, ela tem que cuidar e educar os filhos. Mas, o mais comum, ultimamente, é ver mães histéricas e cansadíssimas porque trabalham demais e não têm tempo para os filhos. Resultado: "pagam" pela paz. Compram computadores, brinquedos, pagam babás, viagens para os filhos e seja o que Deus quiser. É assim a educação do futuro da nação.


A vida é feita de pausas também. A minha mãe, por exemplo, deixou de trabalhar para cuidar dos filhos. Depois que ela nos educou, ela voltou a trabalhar. Pronto, tudo certo. Ninguém morreu por causa disso e, eu e meu irmão, somos adultos felizes.


Então, hoje, é preciso comemorar e coroar essas mulheres que tiveram o ato de coragem de encostar o currículo lotado de belas experiências para se dedicar aos filhos, numa sociedade tão moderna. Essas mães estão na contramão das anteriores que lutaram tanto para serem a "mulher perfeita" (que não existe): a super maravilha que cuida dos filhos e do marido, trabalha fora, frequenta academia e salão de beleza e ainda dorme à noite. Uau, igual a um comercial de manteiga. Perfeito! Mas, não é assim.


Uma prova do que digo é a pesquisa do IBGE que revelou que o número de mulheres que, às voltas da maternidade, decidiram abandonar o emprego aumentou 26%, na última década. Agora, vamos aguardar e ver se as mães em tempo integral estarão mais presente na sociedade e não espécies em extinção.


E sabe o principal: a criança merece ser amada e educada. E, principalmente, censurada. Só assim será um adulto feliz e tolerante. E não solitário...na busca incansável da independência para se auto afirmar como um adulto de verdade. Todo as pessoas precisam uma das outras. Auto suficiência é sinônimo de solidão e egoísmo. Odiaria ver um mundo assim...e, o pior, é que me deparo com tal situação sempre. Isso deve mudar...

imagem: http://normandus303.files.wordpress.com/2009/05/mae-i.jpg

Desisto dos sonhos que nunca foram meus

"Desisto de ser astro do rock
Desisto do sonho de ser jogador de futebol
Quer saber?
Desisto de todos os sonhos que nunca foram meus"

A campanha faz parte da propaganda do novo peugeot Hoggar. Adorei! Me fez pensar. Muitas vezes, ao ler uma revista, passamos direito as páginas das propagandas, ignoramos mesmo. Já fiz isso milhares de vezes. Mas, acredito que vale a pena, dar uma parada e ler as entrelinhas. Acredite, pode haver algo que você precisa ler, exatamente naquele momento e nem é livro de auto ajuda. Por isso, sempre digo que a vida envia sinais a todo tempo. Basta termos sensibilidade para prestar atenção. No caso da propaganda, o novo carro é um sonho possível. No meu caso, ainda não sei. Mas, com certeza, os próximos dias serão em mares não navegados: pela procura de novos sonhos pois os meus, talvez, realmente nunca tenham sido meus, de fato, por isso não foram realizados. Avante marinheiro!


imagem: http://byfiles.storage.live.com/y1pkLN9UOSEq_f1y-Vdd3InPKUZ89fjOgsHW6TFT6Mca734GMyJ0NxfuJg-Vxqa42KkaymaTpsxUFY

sexta-feira, 2 de julho de 2010

A história do "Bala Perdida"


A LENDA DE BALA PERDIDA

Bala Perdida era de quem o pegasse.

Homem de domínio público, não cobrava royalties, mas não vendia a prazo. Tudo com ele era à vista. Não ligava no dia seguinte, embora sempre pedisse o telefone das senhoritas que beijava. Acreditava que pedir o telefone era uma espécie de elogio obrigatório.

Bala Perdida tinha um quê de Clint Eastwood nos faroestes de antigamente, “The Man with No Name”. Chegava com a autoridade de quem anda armado, olhava o povoado como quem se candidata a xerife e fazia a justiça conforme lhe parecesse melhor. Depois saía, num trote solitário, disparados os tiros necessários. Espírito sem raízes, pedra que rola sem criar limo, teve a sorte de até hoje todos os DNAs terem dado negativo. Não era de olhar para trás.

Seu nome era conhecido na cidade. Falava-se que, um dia, todas as mulheres por quem passou fariam um bloco de carnaval de proporções retumbantes. Ele, no entanto, negava essa fama, não queria homenagens. Olhava-se no espelho e sabia que tinha uma missão.

Tinha péssima memória para nomes de homens. Lembrava da Lição de François Truffaut, que não tolerava companhia masculina depois das sete da noite. Se fazia alguma exceção, era nos dias em que jogava bola.

Por uma questão de elegância e outra de superstição, usava sempre a mesma marca de preservativo, por apreciar o corte. Sonhava com o dia em que seria descoberta a cura da camisinha.

Bala Perdida não tinha lá muitos critérios de beleza, nem fazia questão disso. ”Não julgue para não ser julgado” era outro dos mandamentos de seu credo particular. Rezava a cartilha do Dogma de São Jorge: “Dragão se mata na Lua, e não na frente dos amigos.” Foi assim que descobriu que há mulheres para os fins de semana no cinema e mulheres para as noites mortas de segunda e terça, às quais só ao porteiro da noite era dado conhecer.

Assim era Bala Perdida, homem de cristalinas intenções e temperamento rude. Um cavalheiro que não usava fio dental, um cotovelo que nunca viu hidratante. Sua arma era o olhar pontiagudo, seu disparo a frase de sempre, sem volteios:

“E aí, gata… BORA curtir nossas sexualidades?”

Homem que simplificava, espalhou felicidade no mundo sem levar nada em troca. Viu a beleza que cabia a cada mulher com precisão. Como só pegava de raspão, Bala Perdida nunca matou ninguém. Nunca precisou deixar saudades.

Era apenas a sua missão

(Texto retirado do blog da Maria Filó)

imagem: http://imagens.kboing.com.br/papeldeparede/1328cowboy.jpg

Nunca vai ter nada não



Uma das minhas lojas prediletas, a Maria Filó, fez um vídeo especial para o dia dos namorados bem bacana. No final, a modelo -, que veste uma saia igual a minha - escreve um poema, no muro, muito legal do nosso eterno Vinícius de Moraes. A trilha sonora escolhida para o vídeo é perfeita: Madeleine Peyroux com a música You’ re Gonna Make Me Lonesome When You Go, uma composição de Bob Dylan. Para assistir, basta clicar em http://www.mariafilo.com.br/blog/?p=1797


"Ai de quem não rasga o coração...


quem nunca viveu uma paixão...


nunca vai ter nada não..."


(Vinícius de Moraes)


imagem: http://malucoporjesus.files.wordpress.com/2009/12/coracao-luz.jpg

Odeio vuvuzelas

Vamos combinar que não há barulho mais irritante que o som das vuvuzelas! São incrivelmente poderosas armas estridentes que acabam com a membrana do tímpano (aprendi isso na escola nas aulas de ciências e nunca mais esqueci) de qualquer um. Haja ouvido, saco e paciência. O pior é que essas barulhentas caíram na moda e, pelo menos, onde moro, a bichinha é requisitada não só nos jogos do Brasil, como em todo santo dia.

Eureka. Eis que encontro uma notícia fabulosa na internet: existe uma forma de ajustar o equalizador da tv e calar a boca da infeliz vuvuzela. Veja como:
http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2010/06/aprenda-calar-vuvuzelas-em-transmissoes-de-jogos-da-copa.html

Mas, para quem curte um vuvuzela, sugiro escutar o Bolero de Ravel à la vuvuzela, no vídeo abaixo, a partir de 2 minutos. Antes disso, só é falação.


Astros do futebol que estrelaram em comercial da Nike já estão fora da Copa

A Globo.com publicou que os jogadores famosos de futebol, como Cristiano Ronaldo, da seleção de Portugal, que estrelaram o comercial pé frio da Nike "Write the future"(Escreva o futuro), já foram todos eliminados da Copa.

"Entre as imagens que ficaram famosas, vistas por mais de 17 milhões de pessoas na internet, estava a de um Rooney barbudo, vivendo sozinho num trailer. No final, consegue virar o jogo e acaba condecorado cavaleiro do império britânico. Aparecem também Drogba, o francês Ribéry, o italiano Cannavaro e o português Cristiano Ronaldo que, no comercial, vira estátua e tem a vida transformada em filme".

O comercial foi mesmo pé frio pois 56 jogos depois, todos os jogadores já foram eliminados da Copa. Nenhum chegou às quartas de finais. Nenhum deles brilhou no palco mais importante do futebol. Para sorte da seleção brasileira, o convocado para o anúncio foi Ronaldinho Gaúcho, que não foi convocado por Dunga, técnico da seleção.