segunda-feira, 29 de março de 2010

Liberdade é crescer

Deus falou sobre a natureza da liberdade. Será que a liberdade significa que temos permissão de fazer o que quisermos? Ele falou também sobre o os fatores que limitam a liberdade, como metabolismo, o DNA específico da família, as doenças da alma que nos inibem e amarram, as infuências sociais externas, os hábitos que criaram elos...enfim o que é de fato liberdade, então?

Deus disse que só Ele pode nos libertar. E que isso não pode ser forçado, sabe por que?


Porque liberdade é um processo de crescimento. E só a verdade ira nos libertar.


Novamente coloco aqui alguns trechos do livro A Cabana, de William P.Young. Recomendo leitura!


imagem: http://jornalreticencias.files.wordpress.com/2009/06/liberdade3.jpg

Sem medo nem documento...ela vai!


Sabe a música do Caetano Veloso "Sem lenço sem documento", imortalizada no seriado Anos Rebeldes?! Pois é. Ela vai sem lenço, sem documento. Nada nos bolsos ou na mão, ela só quer seguir vivendo...Ela é a blogueira cubana Yoani Sánchez. Aproveito para recomendar mais um livro: "De Cuba com carinho", escrito por ela. A obra descreve a dura realidade deste país pelas mãos (e textos) de uma nativa. A cubana mostra a dificuldade em viver em Cuba - que até os dias atuais continua a sufocar os seus cidadãos. Para se ter uma ideia, o blog Generación (www.desdecuba.com/generaciony), de Yoani, não pode ser acessado em Cuba. É totalmente proibido!

Outra prova de censura foi em novembro do ano passado, quando a autora achou que não conseguiria mais driblar toda essa tortura psicológica, e foi espancada quase que até a morte. De muletas, sequela da ação violenta, ela pediu a uma amiga que levasse o relato dela em um pen drive até um ponto de acesso à internet para enviá-lo
por e-mail à revista Veja. O relato foi publicado na edição 2139, em 18 de novembro de 2009.

Veja abaixo alguns trechos do livro. A obra é composta pelos textos que ela postou no blog.

Texto "Radioatividade":

"Muitos dos que se aproximam e mim não sabem o que é um blog e jamais navegaram na internet, mas identificam meu rosto com o proibido, que é - indiscutivelmente - muito mais atrativo que o permitido".

"O blog me trouxe inimigos e entusiastas, insônia e paz, a angústia permanente de me sentir vigiada e a tranquilidade de quem não tem nada a esconder".


imagem:
http://www.cubaencuentro.com/var/cubaencuentro.com/storage/images/cuba/noticias/mariela-castro-acusa-a-yoani-sanchez-de-recibir-honorarios-del-exterior-y-la-llama-gallita-e-insignificante-140046/yoani-sanchez/1011986-1-esl-ES/yoani-sanchez.jpg

sexta-feira, 26 de março de 2010

Vampiros emocionais


Devido ao sucesso da série "Crepúsculo", da escritora Stephenie Meyer, nunca se ouviu tanto falar em vampiros. Vários outros livros surgiram após o fenômeno editorial, e as charmosas e fictícias criaturas das trevas estão em alta entre o público jovem. Na vida real, porém, elas sugam energia, em vez de sangue, e estão longe de ter o ar sexy e misterioso de Edward Cullen, interpretado por Robert Pattinson no cinema. Os vampiros “de verdade” assumem diversas formas conhecidas: podem ser aquela colega de trabalho invejosa, o chefe opressor ou a amiga que adora bancar a vítima.

Lidar com elas exige muito mais do que crucifixo, água benta ou alho: requer jogo de cintura, maturidade e paciência. “Os vampiros emocionais solicitam grande demanda emocional, necessitando de diversas formas de atenção daqueles que os cercam. Em geral são pessoas inseguras, que não conseguem atingir um contato satisfatório com elas mesmas. Daí, acabam projetando suas dificuldades em outra pessoa”, explica a psiquiatra Renata Camacho, especialista em saúde mental da mulher.

Existem relações que podem ser extremamente parasitárias – um sinal típico da existência da "vampirização emocional". Isso acontece quando a pessoa se alimenta de você sugando toda a sua energia física e/ou emocional. Quando estamos diante dessas pessoas, nos sentimos exaustos fisicamente, sonolentos, fracos ou agitados. Existem muitas características que podem ser associadas aos vampiros emocionais. Uma delas é o narcisismo, em que a pessoa está voltada apenas para ela mesma, ignorando os sentimentos ou as necessidades do outro.

Tipos básicos

Segundo a psicóloga Sâmia Simurro, vice-presidente de projetos da Associação Brasileira de Qualidade de Vida (ABQV), existem três tipos básicos de vampiros emocionais. “O primeiro inclui as pessoas que tendem a se posicionar como vítimas por serem extremamente carentes e ‘sugam’ toda a sua energia emocional”, explica. A pessoa que sempre se faz de vítima manipula a outra e chama sua atenção. É importante estar atento a este tipo de personalidade, que sempre se coloca no papel de coitada e utiliza deste meio para conseguir tudo o que quer. O segundo, para Sâmia, reúne aquelas pessoas altamente críticas e condenatórias, que apontam a todo o momento as falhas alheias. “Elas também tiram o seu brilho e a inibem o tempo todo. Você sempre se sente inadequado diante delas. E, por último, existem aquelas pessoas que têm a necessidade de serem sempre o centro das atenções, criando situações de drama em que você não consegue se posicionar”, explica. Para Sâmia, todos esses comportamentos são originados a partir de experiências negativas. Essas pessoas, em geral, sentem-se vazias e buscam em você reconhecimento, atenção e aprovação para preencher suas vidas.


Egocentrismo

Para a psicóloga Marilda Lipp, presidente do Centro Psicológico do Controle do Estresse, com sede em Campinas (SP), muitas vezes as pessoas “vampirescas” não percebem o efeito negativo de seu comportamento nos outros porque são egocêntricas, voltadas para si mesmas, com pouco interesse verdadeiro no que não lhe diz respeito. “Este egocentrismo pode ser devido a um traço de personalidade, uma disfunção psicológica, ou pode ser algo totalmente temporário que ocorre em momentos de estresse e crise”, explica. “No estresse emocional, a pessoa está sempre voltada para si mesma, pois necessita fazer um esforço grande para preservar sua sobrevivência. O egocentrismo é uma característica da pessoa estressada que, sem energia para nada mais do que se manter funcionando na vida, acaba deprimindo e cansando as pessoas ao seu redor. Mas, deve-se lembrar de que, no caso do estresse excessivo, uma vez que a crise passe, há um retorno ao funcionamento normal”, completa.

Erro alheio

Outro tipo de vampiro comum é aquele que se preocupa mais com a vida alheia do que a própria. “Ele pergunta tudo, quer saber tudo, e depois também critica tudo. Pode-se chamar este sugador de ‘especulador crítico’. O interesse dessas pessoas não é real, buscam apenas informações que possam comprovar o quanto os outros erram ou são incompetentes em uma tentativa de se sentirem melhor quanto aos seus próprios defeitos”, diz Marilda Lipp. A crítica é uma forma de fazer com que o outro se sinta inferior, e sempre que nos sentimos inferiores, sentimos também depressão. Como a palavra diz, “depressão” é o oposto de “ação”. Fica-se depressivo, inativo, apático na depressão porque a energia foi desviada.

Abuso da boa vontade

Há, ainda, quem costuma jogar as cobranças que recebeu nas costas dos outros. Para lidar com gente assim, é necessário estabelecer limites: aprender a dizer não e limitar a interação com essa pessoa, para não permitir que uma relação invasiva possa potencializar os problemas que tem com esse tipo de relacionamento. Em muitas situações, essa pessoa não quer assumir responsabilidades e utiliza a boa vontade dos outros para que realizem o que, na verdade, seria tarefa dela.

Fernanda Junqueira - Colaboração para o UOL




quinta-feira, 25 de março de 2010

Lenda


"Era uma vez uma princesa, a única fiha que restava ao pai idoso. Uma índia adorada pelo pai, o chefe da tribo, que escolheu com carinho um marido para ela: um jovem chefe guerreiro da tribo Clatsop. As duas tribos se juntaram para as comemorações do casamento. Mas, antes do começo da festa, uma doença terrível começou a matar muitos homens.


Os chefes se reuniram para discutir o que poderiam fazer contra a doença devastadora que dizimava rapidamente seus guerreiros. O curandeiro mais velho contou que seu pai, perto de morrer, já bem idoso, havia previsto uma doença terrível que mataria seus homens, uma doença que só poderia ser vencida se a filha de um chefe, pura e inocente, oferecesse de boa vontade a vida pelo seu povo. Para realizar a profecia, ela deveria subir voluntariamente num penhasco acima do grande rio e pular para a morte nas rochas abaixo.


Uma dúzia de jovens, todas filhas de vários chefes, foram levada diante do Conselho. Depois de debates, decidiram que não poderiam pedir um sacrifício tão precioso, sobretudo porque não sabiam se a lenda era verdadeira ou nã0.


E a doença continuou se espalhando entre os homens. O jovem guerreiro, e futuro marido da princesa, caiu doente. A princesa, que o amava muito, soube no fundo co coração que algo precisava ser feito e, depois de lhe dar um beijo na testa, afastou-se.


Demorou a noite toda e todo o dia seguinte para chegar ao local indicado na lenda, um penhasco altíssimo acima do grande rio e das terras mais além. Depois de rezar e se entregar ao Grande Espírito, ela cumpriu a profecia sem hesitar, pulando para a morte nas rochas abaixo.


Nas aldeias, na manhã seguinte, os doentes se levantaram saudáveise fortes. Houve grande júbilo e comemoração, até que o jovem guerreiro descobriu que sua adorada noiva havia sumido".


Adoro essa lenda. A narrativa possui elementos de um verdadeiro conto de redenção, não muito diferente da história de Jesus que conhecemos tão bem. Histórias de amor verdadeiro, de doação, de um pai que amava s seus filhos, que somos nós. Um sacrifício anunciado por um profeta. Por causa do amor, a jovem escolheu dar a própria vida para salvar o noivo e as tribos da morte certa.


Mas daí penso por que a princesa teve que morrer. Ela não teve. Ela escolheu para salvar o seu povo.


É uma lenda...histórias que ensinam alguma lição. Pode não ter acontecido. Outra sim: lendas verdadeiras que aconteceram de fato para nos deixar algum ensinamento.


* Li a lenda acima no livro A Cabana
imagem: http://images.google.com/imgresimgurl=http://www.miguelneta.com/lendas/lendas.jpg&

quarta-feira, 24 de março de 2010

Compro...logo me arrependo


"Eu compro logo...me arrependo". É uma pérola citada pelas jornalistas do 02 Neurônio!


Comprei hoje quatro pares de sapato! Precisava? Não. Mas eram tão lindos...


Mulheres gostam de compras. O que quero dizer é que quando tudo dá errado ou tudo dá certo, queremos saber de compras. É feio. E como! Mas nós, mulheres, particularmente eu, adoram uma liquidação. Consigo encontrar SALE em qualquer cidade do mundo. Acredite se quiser! Mas acho que vou pela intuição, cheiro...sei lá. E consigo cada coisa. E cada coisa liiiiiinda!!!


Feio, feio, feio. Desequilíbrio total. Histeria....aaaaaaaaaaaaaaaaaahhhh! Nem pensamos se estamos desempregadas, ou se a luz da nossa casa será cortada...ou ainda, se vai rolar de encher o tanque do carro.


Daí repetimos para nós mesmas que isso jamais acontecerá de novo até...a próxima promoção de sapatos lindos modelo boneca. Ah, mulheres!


"Comprar, no final das contas, não é nada. É apenas fuga. E, às vezes, fugir, é muito bom."


imagem: http://moda.bicodocorvo.com.br/blog/wp-content/g2/sapato-de-boneca/foto-sapato-boneca-05.jpg

segunda-feira, 22 de março de 2010

Viver para ser amado


A maioria dos pássaros foi criada para voar. Para eles, ficar no solo é uma limitação da capacidade de voar. E, nós, por exemplo, fomos criados para sermos amados. Viver como se não fosse amado é uma limitação. Viver sem ser amado é como cortar as asas de um pássaro e tirar sua capacidade de voar. A dor tem a capacidade de cortar as nossas asas e nos impedir de voar. E se essa situação persistir por muito tempo, muitas pessoas podem esquecer que foram criadas originalmente para voar.


O que escrevi acima foi tirado dos ensinamentos que aprendi ao ler o livro A Cabana, de William P.Young. A história principal gira em torno de uma pessoa que recebeu uma carta de Deus. Se eu fosse você correria para comprar um exemplar. Comecei a ler há dois dias e estou a poucas páginas do final da obra. Separei alguns trechos que postarei aos poucos aqui no blog.


Apenas prestem atenção nas sábias palavras do autor!


imagem: http://3.bp.blogspot.com/C3%A1ssaros.bmp

domingo, 21 de março de 2010

A alegria é o melhor remédio

A alegria é o melhor remédio. Este foi o tema da crônica da global Maria Paula, publicada neste domingo, na Revista do Correio Braziliense.

Não estou muito bem para falar de alegria. De algumas semanas para cá, nunca vi tanta água sair de uma só pessoa, mas por que não tentar? "É melhor ser alegre que ser triste".


A pessoa triste é um perigo. Maria Paula que o diga. E eu também. Ela disse que outro dia saiu de casa chateada e que sentia um turbilhão de coisas ao mesmo tempo. A mente descontrolada e os pensamentos sombrios a atormentavam. Ela dirigia e fumava ao mesmo tempo e, ainda, falava ao telefone. E ensaiava o que devia ter dito na hora da briga. Nooosssa, um perigo ambulante!


Por que isso nos acontece? A primeira coisa que gosto de fazer ao ficar brava é dirigir. É o lugar onde posso chorar sem ninguém perguntar o porquê. É o choro verdadeiro, com entonações, sem entonações, sai do jeito que ele quer vir ao mundo. Choro, choro, choro...


Qual o milagre poderia conter tanta água? A do lado de fora e a de dentro do carro? Música!!! Maria Paula disse que de repente começou a tocar uma música que ela adora e, assim, ela voltou a ser ela mesma. Nunca ligo o som quando estou brava. E deveria...bem que dependendo da música, a pessoa pode se afundar de vez na lama.


Fico triste diante de alguns acontecimentos pois uma das minhas maiores qualidades é a alegria. Sempre fui espontânea e muito positiva. A pressão diária que a vida nos submete não nos faz bem, mas ainda assim, aprendi a relevar.


A vida é um presente. Não quero riqueza nem pobreza. Não quero um príncipe encantado, muito menos um sapo desencantado. Só quero alguém que me faça feliz, humildemente, levar a vida leve e equilibrada..."respirar o amor, aspirando liberdade".


Maria Paula escreveu que só pelo fato de sermos donos de um corpo perfeito e saudável e ter uma mente bem preparada, capaz de solucionar problemas, já é motivo de uma bela risada.


Então, ligue o rádio, dê aquela gargalhada e vá dirigir feliz e contente. Hoje o dia está radiante!


imagem: http://lh5.ggpht.com/_or-uG-WSTBs/StegWWEgP2I/AAAAAAAAAJw/YVSS1_zcOKk/pilula.jpg

Conhecendo a fofoca


A fofoca consiste no ato de fazer afirmações não baseadas em fatos concretos, especulando em relação à vida alheia. Presente ao longo de toda a História, tal ato é freqüentemente ligado à imagem das mulheres.

O historiador Bernard Capp, da Universidade de Warwick, no Reino Unido, afirma que "a rainha inglesa Elizabeth I, por exemplo, foi intenso alvo de fofocas entre 1560 e 1570. (...) Ela tem um caso? Está grávida? Teve um filho ilegítimo? Boatos assim eram muito comuns entre os ingleses".[1]

Embora associado a um hábito feminino, estatisticamente os homens são mais fofoqueiros. A Social Issues Research Centre, um centro de pesquisas independente de Londres, entrevistou 1.000 donos de telefones celulares com o intuito de saber qual era o teor das conversas. Destes, 33% dos homens eram fofoqueiros habituais, contra apenas 26% das mulheres. O que muda, entre a fofoca masculina e femina, é o teor da conversa: geralmente os homens fofocam sobre o ambiente de trabalho, gafes de colegas e principalmente sobre mulheres. Também vale ressaltar as razões que levam a fofoca: as mulheres, em geral, é uma maneira de passar o tempo enquanto para os homens pode servir, além de pura informação, como meio de auto-afirmação perante o resto dos amigos e colegas (quando este, por exemplo, gaba-se de ter saido com uma bela mulher).


Aguardem um texto escrito por mim sobre fofoca!




O coração é sábio


O coração é mais sábio do que imaginamos. Falam e falam, discutem em palestras, escrevem livros sobre a razão, mas, na verdade, é o coração que decide com sapiência.


Não sei o que me atormenta se já sei o que fazer. Nada é pior que na vida que o coração já ter decidido e a razão ficar lá, assim como quem nada, hesitante. É por causa dela que não vou à fundo em algumas coisas. A razão é a vilã. O coração escolhe primeiro. É preciso identificar a escolha e ouví-lo pois às vezes achamos que a "forte e vilã" razão é derradeira no momento de fazer opção. Quanta bobagem!


Coração não é só amor não. Até virou ícone. Não sei desde quando, acho que desde que a humanidade existem corações e de tudo quanto é jeito é comercializado. Eu mesma tenho uma enorme almofada em formato de coração com os escritos "Amor i love you".


Coração é a cabeça trocada de lugar. O negócio é acalmar e prosseguir. A angústia da decisão só está prejudicando o meu destino. Tudo depende só de mim.


Mas o recado pode ser para você leitor: Tudo depende só de você.

sexta-feira, 19 de março de 2010

Faz sentido...

Li numa revista:

"Um paciente da clínica pediátrica teve de aguardar na sala de espera até que eu o chamasse. E quando finalmente entrou, ele disse:

- Doutor, agora sei por que me chama de paciente." (Dr. Anand, Mumbai)

quinta-feira, 18 de março de 2010

Aperta a bochecha aê



Não sabia que a música "Angel of the morning", imortalizada pelos Pretenders já tocava nas rádios na década de 60. Estava crente que era um clássico dos anos 90. Pois bem. Fiz aquela 'cata' na internet e descobri um monte de pessoas que interpretaram esta canção. Para a minha grande surpresa - para não falar o contrário - não encontrei nenhum clip da música que estivesse à altura. Apenas um vídeo feito por alguém que deve adorar "Angel of the morning" e montou uma viagem com um desenho japonês. Ficou bem montado na minha opinião.

A letra é bacana. Só acho esquisito quando a moça da música pede para o moço apertar as bochechas dela antes dele partir. Lá lá lá lá...

"There'll be no strings to bind your hands
Not if my love can bind your heart
And there's no need to take a stand
For it was I who chose to start
I see no need to take me home
I'm old enough to face the dawn" (Angel Of The Morning)

(Não existirão cordas para amarrar suas mãos,
Não se meu amor não puder amarrar seu coração.
Não há necessidade de tomar uma atitude,
Porque fui eu que escolhi começar.
Eu não vejo necessidade de me levar para casa,
Sou velha o suficiente para enfrentar o amanhecer.) (Anjo Da Manhã)

terça-feira, 16 de março de 2010

Mulher Real (parte II)


"Um estudo muito interessante pedia às pessoas que olhassem a foto de um homem e uma mulher, e avaliassem apenas o homem. Acabou-se revelando que, quando a mulher nos braços do homem era bonita, julgavam-no o homem mais inteligente e bem sucedido do que se ela não tivesse atrativos." (Um história natural dos sentidos - Diane Ackerman)


Li outro dia que os homens adoram olhar as mulheres na internet. Pois elas são fantasias, tipo a mulher do vizinho, sacou? A mulher irreal não exige nada, não fala sobre problemas, está num belo emprego e nunca reclama de nada. Nem pede para o homem ir à feira da torre de tv no domingo ou levá-la ao musical que estreiou na cidade no último final de semana. Obaaaaa! Que alívio para o homem: ele precisa apenas desligar o maldito computador sem começar a se aborrecer. Ele não tem nenhuma responsabilidade com a garota na tela. A "cibernática" não é real.


Ainda assim não conseguimos entender por que muitos homens - numa época em que há tanta liberdade sexual e promiscuidade - preferem ficar em casa, na penumbra, na frente do computador? Por que não estão "se pegando" com alguém real lá do lado de fora? Sabe por que? Porque as mulheres REAIS (como disse ontem) são terrivelmente assustadoras. Lamentavelmente, algumas de nós, continua querendo competir com a estrela pornô (escrevi sobre assunto em maio do ano passado).


Tenho certeza que muitas mulheres devem estar fartas e entediadas de verem tantas nádegas e seios expostos em revistas. Tenho certeza...



Para relembrar:




imagem: http://infofilmesbr.files.wordpress.com/2009/06/mulher-invisivel.jpg

segunda-feira, 15 de março de 2010

E viva a vulnerabilidade!


Não dá para chegar muito perto. Mas isso é impossível. Quando se está com alguém, mais cedo ou mais tarde, um começa a conhecer melhor o outro. Por uma lado é bom. Mas por outro...tenho as minhas dúvidas. Pois como ninguém é perfeito..acho que os homens já deviam que nós mulheres temos algumas vulnerabilidades sim. Mulheres perfeitas não existem. Só existem quando estamos bem fora do alcance, ou seja, para aqueles que nós querem e nunca terão.

Quando há a aproximação, os nossos homens (os que estão conosco) descobrem que somos mulheres perfeitamente normais, que não saímos de uma propaganda de margarina, felizes e contente, cantando "Oh happy day, oh happy daaaaayyyyyêêê".

Temos dores de cabeça sim e, de vez em quando, uma tpm básica. Momento de histeria geral para toda a nação.

Somos muheres reais. E não tão assustadoras, predatórias e exigentes. Mulheres reais são fortes, orgulhosas, brilhantes, independentes e poderosas. Mas se um cara passa a nos conhecer também percebe que na verdade temos nossas fraquezas. E isso nos torna vulneráveis. E daí???

Abaixo à repressão. O segredo é ter habilidade!!! Qual o problema da inocência...pelo menos de vez em quando?! Qual o problema e adoramos sapatos?!


imagem: http://2.bp.blogspot.com/

domingo, 14 de março de 2010

Me abraça, me abraça...




Um abraço nunca é demais. Ao abraçar a energia trocada só pode ser positiva. Não há como negar... abraçar é bom demais!!! Adoro iniciativas como a campanha no vídeo acima. A "Free Hugs Campaign" (Campanha do Abraço Grátis) foi criada, em 2004, por um australiano conhecido por Juan Mann, em Sydney, na Austrália. É um movimento social que consiste em abraçar pessoas estranhas em locais públicos. O vídeo é muito bacana pois, ainda por cima, é coroado pela música "All the same". Aliás, o movimento se tornou internacionalmente conhecido por causa deste videoclipe produzido pela banda australiana Sick Puppies (a minha tradução seria 'ursinhos (de brinquedo) doentes'). É um dos mais vistos no youtube.

Os abraços são apenas uma das medidas para fazer com que as pessoas se sintam bem. Por isso tal iniciativa foi criada pelo australiano paz e amor! Algumas pessoas, como policiais mal amados e pessoas carrancudas-ridículas, quiseram aniquilar a Campanha. Juan Mann deu a volta por cima e conseguiu 10 mil assinaturas para continuar a distribuir abraços pelas ruas de Sydney.


Clique aqui para ver o site oficial com os produtos da Campanha.

quinta-feira, 11 de março de 2010

Todos querem ser felizes


Quantos já ouviram a história de que fulano, um belo dia, resolveu que queria ser feliz. Acho que todo o mundo já ouviu esta história. Acho ótimo as pessoas serem de tal maneira. A única coisa ruim é que tem aproveitador para tudo. Então uns vendem livros. Outros promovem cursos de como viver bem e por aí vai. É uma baita criatividade! Tudo pela felicidade...

O que quero dizer é que as pessoas também tem o direito de ficar tristes. É um estado super normal. Mas hoje em dia, ninguém pode ficar triste que alguém já chega com mil receitas para espantar o baixo astral. Temos que colocar na nossa cabeça que de vez em quando é preciso sim ter um tempo para si mesmo e chorar ou ficar triste. Qual o problema? Temos a obrigação de sermos palhaços de circos felizes o tempo todo?!

Mas se puder escolher prefiro sim ser feliz em tempo integral. Ou uma pessoa normal equilibrada que fica triste de vez em quando.

Pesquisas comprovam que pessoas felizes são bem-sucedidas. Ganham um salário melhor, têm melhores casamentos e amigos e são mais criativos. O remédio é a felicidade!

Botaram a culpa na genética...

De acordo com pesquisa, os genes respondem por 50% do quociente da felicidade. Mas, ainda isso, se tivemos herdado o "enxaqueca" da família, não estamos fadados a uma vida triste. Só não pode depositar as esperanças em vantagens como saúde, riqueza, beleza, viagens. Estas trazem apenas um pouco mais de felicidade que os menos abençoados.

A maioria das pessoas acha que fatores externos como uma casa maior ou um emprego melhor podem ajudar na felicidade. Mas tudo isso não passa de ilusão, uma alegria temporária. Li outro dia que felicidade é como emagrecer: todos sabem como perder peso, o problema é manter.

Não adianta nada comprar um carro novo e lindo sendo que depois de dois meses de uso, dirigí-lo pode virar rotina.


Alguns passos para pelos menos amenizar e tentar ser feliz

- Realizar cinco atos de generosidade por dia;

- Ser menos virtual e mais presente entre os amigos;

- fazer uma lista de coisas boas;

- se puder optar entre uma viagem e trocar de carro, vá fazer as malas;

- tente rir mais;

- frequente os lugares que mais gosta quando estiver muito triste, como uma fazenda, um hotel, sei lá;

- FAÇA O BEM;

- Pratique algum hobby.






imagem: http://fmodia.terra.com.br/portal/blog/alexandrewoolley/images/001feliz.jpg

quarta-feira, 10 de março de 2010

O que foi que você fez?


Sempre ganho flores. Não tenho o que reclamar. Adoro. Cuido tanto que a vida de cada flor acaba durando mais que o normal. Da última vez, recentemente, há dois dias, ganhei uma rosa amarela (uma das minhas prediletas). Abaixo coloquei uma história engraçadinha e verídica. Li numa revista!

"Estava numa floricultura comprando flores para a minha namorada quando um motoqueiro grisalho parou na loja e pegou um buquê. Vendo as rosas na minhã mão, ele perguntou:

- E você, o que foi que fez?"

Aproveitando o assunto... hoje não há desculpas para não mandar flores para quem quer que for, seja a mãe, a avó ou a namorada. Alguns sites entregam flores em vários lugares do mundo, não só no Brasil. Abaixo coloquei o link de alguns sites:

http://www.flowerland.com.br/
http://www.floresdora.com.br/
http://www.flowergallery.com.br/
http://www.fascinacao.com.br/
http://www.simoneflores.com.br/
http://www.floresonline.com.br/

E para não ter dúvida ao enviar flores, leia aqui o significado. Basta Clicar!


imagem: http://1.bp.blogspot.com/_Nk9_ZM
http://www.flores-online.com/wp-content/uploads/2009/03/
http://lh5.ggpht.com/
http://www.lunaeamigos.com.br/angelalara/imagens/homem04.jpg
http://www.lunaeamigos.com.br/angelalara/imagens/homem04.jpg

quarta-feira, 3 de março de 2010

Negócio Lucrativo!


Como um amigo mesmo diz: nada contra as igrejas (sérias)... mas isso é um acinte!!! Igreja agora virou negócio. E com lucratividade. Basta abrir a lista telefônica para ver quantas páginas são reservadas para as "igrejas". Sonegação autorizada!


Então, como outro jornalista disse o ano passado...vou abrir a minha igreja e já volto!!!


Leia abaixo:

Folha de São Paulo, 03/12/2009
O primeiro milagre do heliocentrismo
Hélio Schwartsman

Eu, Claudio Angelo, editor de Ciência da Folha, e Rafael Garcia, repórter do jornal, decidimos abrir uma igreja. Com o auxílio técnico do departamento Jurídico da Folha e do escritório Rodrigues Barbosa, Mac Dowell de Figueiredo Gasparian Advogados, fizemo-lo. Precisamos apenas de R$ 418,42 em taxas e emolumentos e de cinco dias úteis (não consecutivos). É tudo muito simples. Não existem requisitos teológicos ou doutrinários para criar um culto religioso. Tampouco se exige número mínimo de fiéis.

Com o registro da Igreja Heliocêntrica do Sagrado EvangÉlio e seu CNPJ, pudemos abrir uma conta bancária na qual realizamos aplicações financeiras isentas de IR e IOF. Mas esses não são os únicos benefícios fiscais da empreitada. Nos termos do artigo 150 da Constituição, templos de qualquer culto são imunes a todos os impostos que incidam sobre o patrimônio, a renda ou os serviços relacionados com suas finalidades essenciais, as quais são definidas pelos próprios criadores. Ou seja, se levássemos a coisa adiante, poderíamos nos livrar de IPVA, IPTU, ISS, ITR e vários outros "Is" de bens colocados em nome da igreja.

Há também vantagens extratributárias. Os templos são livres para se organizarem como bem entenderem, o que inclui escolher seus sacerdotes. Uma vez ungidos, eles adquirem privilégios como a isenção do serviço militar obrigatório (já sagrei meus filhos Ian e David ministros religiosos) e direito a prisão especial.

VEJAM MAIS EM

- Igreja da Água Abençoada
- Igreja Adventista da Sétima Reforma Divina
- Igreja da Bênção Mundial Fogo de Poder
- Congregação Anti-Blasfêmias
- Igreja Chave do Éden
- Igreja Evangélica de Abominação à Vida Torta (????)
- Igreja Batista Incêndio de Bênçãos
- Igreja Batista Ô Glória!
- Congregação Passo para o Futuro
- Igreja Explosão da Fé
- Igreja Pedra Viva
- Comunidade do Coração Reciclado
- Igreja Evangélica Missão Celestial Pentecostal
- Cruzada de Emoções
- Igreja C.R.B. (Cortina Repleta de Bênçãos)
- Congregação Plena Paz Amando a Todos
- Igreja A Fé de Gideão
- Igreja Aceita a Jesus
- Igreja Pentecostal Jesus Nasceu em Belém (do Pará?????)
- Igreja Evangélica Pentecostal Labareda de Fogo
- Congregação J. A. T. (Jesus Ama a Todos)
- Igreja Evangélica Pentecostal a Última Embarcação Para Cristo (quem perder vai ficar!!!)
- Igreja Pentecostal Uma Porta para a Salvação
- Comunidade Arqueiros de Cristo
- Igreja Automotiva do Fogo Sagrado
- Igreja Batista A Paz do Senhor e Anti-Globo
- Assembléia de Deus do Pai, do Filho e do Espírito Santo
- Igreja Palma da Mão de Cristo
- Igreja Menina dos Olhos de Deus
- Igreja Pentecostal Vale de Bênçãos
- Associação Evangélica Fiel Até Debaixo D’Água ( Corinthiano???????)
- Igreja Batista Ponte para o Céu
- Igreja Pentecostal do Fogo Azul
- Comunidade Evangélica Shalom Adonai, Cristo!
- Igreja da Cruz Erguida para o Bem das Almas
- Cruzada Evangélica do Pastor Waldevino Coelho, a Sumidade
- Igreja Filho do Varão (Opa!!! Se puxar o pai vai se dar bem!!!!)
- Igreja da Oração Eficiente
- Igreja da Pomba Branca
- Igreja Socorista Evangélica
- Igreja ‘A’ de Amor
- Cruzada do Poder Pleno e Misterioso
- Igreja do Amor Maior que Outra Força
- Igreja Dekanthalabassi
- Igreja dos Bons Artifícios
- Igreja Cristo é Show
- Igreja dos Habitantes de Dabir
- Igreja ‘Eu Sou a Porta’
- Cruzada Evangélica do Ministério de Jeová, Deus do Fogo
- Igreja da Bênção Mundial
- Igreja das Sete Trombetas do Apocalipse
- Igreja Barco da Salvação
- Igreja Pentecostal do Pastor Sassá
- Igreja Sinais e Prodígios
- Igreja de Deus da Profecia no Brasil e América do Sul
- Igreja do Manto Branco
- Igreja Caverna de Adulão
- Igreja Este Brasil é Adventista
- Igreja E..T.Q.B (Eu Também Quero a Bênção) (????????)
- Igreja Evangélica Florzinha de Jesus
- Igreja Cenáculo de Oração Jesus Está Voltando
- Ministério Eis-me Aqui
- Igreja Evangélica Pentecostal Creio Eu na Bíblia
- Igreja Evangélica A Última Trombeta Soará
- Igreja de Deus Assembléia dos Anciãos
- Igreja Evangélica Facho de Luz
- Igreja Batista Renovada Lugar Forte
- Igreja Atual dos Últimos Dias
- Igreja Jesus Está Voltando, Prepara-te
- Ministério Apascenta as Minhas Ovelhas
- Igreja Evangélica Bola de Neve
- Igreja Evangélica Adão é o Homem
- Igreja Evangélica Batista Barranco Sagrado
- Ministério Maravilhas de Deus
- Igreja Evangélica Fonte de Milagres
- Comunidade Porta das Ovelhas
- Igreja Pentecostal Jesus Vem, Você Fica (Você senta, Jesus levanta????)
- Igreja Evangélica Pentecostal Cuspe de Cristo
- Igreja Evangélica Luz no Escuro
- Igreja Evangélica O Senhor Vem no Fim (Só no fim?????)
- Igreja Pentecostal Planeta Cristo
- Igreja Evangélica dos Hinos Maravilhosos
- Igreja Evangélica Pentecostal da Bênção Ininterrupta
- Assembléia de Deus Batista A Cobrinha de Moisés
- Assembléia de Deus Fonte Santa em Biscoitão
- “Igreija” Evangélica Muçulmana Javé é Pai
- Igreja Abre-te-Sésamo
- Igreja Assembléia de Deus Adventista Romaria do Povo de Deus
- Igreja Bailarinas da Valsa Divina
- Igreja Batista Floresta Encantada
- Igreja da Bênção Mundial Pegando Fogo do Poder
- Igreja do Louvre
- Igreja ETQB, Eu Também Quero a Bênção
- Igreja Evangélica Batalha dos Deuses
- Igreja Evangélica do Pastor Paulo Andrade, O Homem que Vive sem Pecados (é o Cristo em pessoa!!)
- Igreja Evangélica Idolatria ao Deus Maior
- Igreja MTV, Manto da Ternura em Vida
- Igreja Pentecostal Marilyn Monroe (???????)
- Igreja Quadrangular O Mundo É Redondo
- Igreja Evangélica Florzinha de Jesus (Londrina -PR)
- Igreja Pentecostal Trombeta de Deus (Samambaia -DF)
- Igreja Pentecostal Alarido de Deus (Anápolis -GO)
- Igreja pentecostal Esconderijo do Altíssimo (Anápolis -GO)
- Igreja Batista Coluna de Fogo (Belo Horizonte -MG)
- Igreja de Deus que se Reúne nas Casas (Itaúna -MG)
- Igreja Evangélica Pentecostal a Volta do Grande Rei (Poços de Caldas -MG)
- Igreja Evangélica Pentecostal Creio Eu na Bíblia (Uberlândia - MG)
- Igreja Evangélica a Última Trombeta Soará (Contagem -MG)
- Igreja Evangélica Pentecostal Sinal da Volta de Cristo (Três Lagoas -MS)
- Igreja Evangélica Assembléia dos Primogênitos (João Pessoa -PB)
- Ministério Favos de Mel (Rio de Janeiro -RJ)
- Assembléia de Deus com Doutrinas e sem Costumes (Rio de Janeiro -RJ)

terça-feira, 2 de março de 2010

Par de jarro


Para cada ação há uma reação. A lei da natureza do cientista Isaac Newton definitivamente se aplica também às relações humanas. Por exemplo, se um corpo A exerce uma força sobre o corpo B, simultaneamente o corpo B exerce uma força sobre o corpo A de intensidade e direção igual, mas em sentido oposto. EUREKA! É como discutir a relação. Não adianta. Só vai gastar energia Empurra aqui, empurra ali...e no dia seguinte todos estarão tão cansados como se tivessem feito ginástica e musculação por toda uma noite e dia.


No fundo somos iguais, mas diferentes. Quanta confusão! Acho que se não fosse isso, os homens não estavam por aí coçando a cabeça se perguntando por que as mulheres são tão difíceis. Oras, eles também são. Daí eles abanam a cachola e se perguntam por que as mulheres são tão instáveis. Oras, eles também são.


O problema é que queremos nos sentir especiais, apreciadas, escolhidas, entendidas...e tudo isso no maior estilo, diga-se de passagem! Com boa iluminação (pode ser à luz da lua ou velas ou abajur, tanto faz), trilha sonora e um cenário digno de novela das oito da rede Globo. Queremos um cara gentil no dia seguinte e no dia seguinte e no dia seguinte e depois e depois de amanhã. Queremos que ele fique um pouco mais, que telefone e nos paparique, nos leve para passear e diga que nos ama. Poxa, é muita coisa. Mas está ao alcance, sempre. Basta querer!


E sabe do que mais? Eles querem tudo isso também, inclusive a parte da paparicação. Sabe por que? Porque no fundo, A e B, são iguais, um par de jarro! E todos merecemos.


imagem: http://jornalista.fatima.blog.uol.com.br/images/kingprincess.jpg

Um espetáculo


Por que suportar viver a vida se basta um nada para nos privar dela? Um nada a traz, um nada a anima, um nada a desanima, um nada a leva. Se pensar nisso, o carro não anda não, irmão.


O filósofo Rene Descartes escreveu uma das frases mais difundidas no mundo: "PENSO, LOGO EXISTO". Na minha versão, seria "PENSO, LOGO DESISTO". Foi mal aê, Rene. Mas, de acordo com o prazo de validade, acredito que a minha frase esteja um pouco mais na moda. Se você pensa demais, não casa, não perpetua a espécie, nem escova os dentes. Desiste. Pede arrego!


Agora, tá certo que se não fosse por causa desses "...um nada traz a vida, um nada a leva, um nada a anima..."., quem suportaria os golpes do destino, as humilhações da profissão, as fraudes no governo, a infidelidade dos que diziam que eram amigos, o cheiro do repolho e couve-flor da comida chinesa guardada na geladeira?!


Bem que podia existir um anônimo involuntário irresponsável que disparasse uma bala (bem traçada, é óbvio) e fizesse evaporar todas essas preocupações no azul do céu. Poético. E prático.




imagem: http://1.bp.blogspot.com/_vz1FjDlkrmQ/SxRcqdjFAWI/