segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Tirinhas criativas



Essas tirinhas super legais são feitas por Daniel Lafayette. Descobri esses dias e adorei. Vejam o site: http://ultralafa.wordpress.com/

Abaixo, a famosa frase de Caetano Veloso é aproveitada. Muito bom!



quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Pode vigiar?

Dei férias para o meu carro em algumas etapas do dia. Agora, sempre faço uma caminhada para chegar na ginástica ou qualquer outro lugar que dê para ir à pé. Chego mais rápido e não preciso procurar vaga para estacionar. Mil vezes melhor. Até que ontem...ao passar por um dos estacionamentos, no caminho da academia, uma pessoa pediu para vigiar o meu carro. Qual carro?


imagem: http://meusolhosverdesmercedes.blogspot.com/

Caminho sem volta


A fila do drive-thru do McDonald's é um caminho sem volta. Entrou? Não tem jeito mais. Paga o pecado e não sai nunca mais. Não dá para desistir. Uma pessoa com a síndrome do pânico não pode nunca fazer tal opção.

Ontem, fiquei na fila de 23h59 até 00h26. Ninguém merece. E quem "soltou" a pérola "é um caminho sem volta" foi a própria vendedora. E depois começou a rir.

Ao chegar a minha vez, o sanduíche que queria não podia ser vendido pois a maionese havia acabado. É mole? Daí, a minha mãe perguntou:

- É sempre desse jeito?

- Assim acabando as coisas? Kkkkkkkkk - respondeu a vendedora.

Vendedora feliz. Até aí tudo bem. Mas lanchonete precária é demais da conta. Outro dia, comprei um sanduíche sem pão. A parte de baixo foi esquecida em algum lugar...


imagem: http://samarov.blogspot.com/2008/07/drive-thru.html

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Ostra feliz não produz pérola



Rubem Alves escreveu um livro fantástico: "Ostra feliz não faz pérola". Colocarei um trecho ou outro aqui, de vez em quando, das crônicas escritas por ele.


Numa das crônicas, ele diz que a sabedoria das ostras as ensinou a fazer casas, dentro das quais vivem. E que as ostras felizes cantavam bastante, com exceção da ostra solitária que fazia um solo solitário. Não, ela não era depressiva, apenas sentia dor pois um grão de areia havia entrado na sua carne e doía. Mas era possível livrar-se da dor: bastava envolver o corpo estranho com uma substância lisa, brilhante e redonda. Adivinha o que era? Uma pérola!!!


Apenas a ostra sofredora fizera uma pérola. Isso é verdade para as ostras e para o ser humano. Segundo o autor, no ensaio de Nietzche, "O nascimento da tragédia grega a partir do espírito da música", os gregos levavam a tragédia a sério. E faziam o mesmo que as ostras: transformavam a tragédia em beleza. A beleza não elimina a tragédia, mas a torna suportável.


"A felicidade é um dom que deve ser simplesmente gozado. Ela se basta. Não produz pérolas. São os que sofrem que produzem a beleza para parar de sofrer. Esses são os artistas. Beethoven - como é possível que um homem completamente surdo, no fim da vida, tenha produzido uma obra que canta alegria?".




imagem: http://georgea-alencar.blogspot.com/2009/06/perolas.html

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Coisa de novela!

A Diana morreu. Aquela lá da novela, sabe?

Enfim, a Rede Globo interrompeu um conto de fadas. Até porque as princesas não morrem: são felizes para sempre! Se o autor da novela Passione continuasse com o relacionamento-mais-que-perfeito da Diana e Mauro seria muita irrealidade.


Porque casal briga mesmo e nem sempre faz tudo o que tem que fazer na hora certa. Por isso, nos contos de fadas, eles vivem felizes para sempre e pronto e acabou. A história acaba aí, se não vem a conta de luz e telefone, as compras do mês, a cólica interminável do Júnior, o refluxo da Júniar, o que mais? Tudo da vida real.


O conto de fadas um hora acaba. Mas enquanto ele está no auge, cá para nós, sejamos muito, mais muito mesmo, amadas...como a Diana!


imagem: http://blogdopetronio.blogspot.com/2010/02/coisa-de-novela-noivo-morre-caminho-da.html

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Qual a chance do molho de macarrão pingar na roupa?


Você sabia que o molho de macarrão tem mais chance de respingar na roupa quando os últimos 10 cm de massa são enrolados? Eu não. E é exatamente, neste momento, que a ponta do macarrão alcança a velocidade de 2,7 m/s, o suficiente para lançar o molho a uma distância de 1,2 m. Rá rá rá.

Pois é! Conclusões inusitadas como essa do macarrão são resultados de estudos e trabalhos científicos de especialistas sérios. A proposta pode até parecer absurda, pois quem é que dedica o seu tempo para descobrir que as trutas fêmeas fingem o orgamo? Mas que é legal e totalmente curioso, ah isso é.


Intrigada com os caminhos inusitados da Ciência, a consultora de psicologia Andréa Cordoniz reuniu diversos estudos de pesquisadores no livro Cientistas Malucos (Editora Matrix). Acho que deve ser super legal. Fica como dica de presente de Natal!

Abaixo, destaquei alguns estudos.

1 - Trutas espertas. Estudo do Conselho Nacional de Pesca da Suécia, publicado em 2001, na revista New Scientist, afirma que as trutas fêmeas fingem orgasmos. Elas não soltam os óvulos enquanto os machos soltam o esperma, durante a dança do acasalamento. Pesquisadores suspeitam que elas economizam os óvulos para compartilhar apenas com machos fortes.

2 - Coisas perdidas. Pesquisa da Universidade de Lancashire, no Reino Unido, publicou que perdemos, em média, um ano de nossas vidas procurando por objetos que não lembramos onde estão. O estudo indica que perdemos muito carteiras, chaves, controles remotos e peças íntimas.

imagem: http://www.miluzinha.com/flagrantes-da-vida/uma-passagem-de-ano-especial/

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Móveis Coloniais de Acaju, hoje, em Brasília


Hoje, a excelente banda brasiliense Móveis Coloniais de Acaju, lança DVD, no auditório Ibirapuera, da livraria Cultura, localizada no Shopping Iguatemi. Vale a penas assistir! Ocusto da entrada é um 1 kg de alimento não perecível.

As músicas são muito boas e, a sonoridade, excelente! Pode ser ouvir de tudo quanto é instrumento: gaita, trompete, escaleta, flauta, além de guitarra, bateria e baixo.

O nome da banda foi escolhido como forma de homenagear "Revolta do Acaju" - episódio histórico acontecido na Ilha do Bananal. Se lembram deste episódio? É claro que não. Isso nunca existiu. É apenas uma invenção da banda. Viagem!!!

Curtam abaixo a música O Tempo!




Nota de rodapé: Segundo o site oficial da banda, a Revolta do Acaju, aconteceu, em 1813, quando os índios javaés, que tradicionalmente usavam a madeira de acaju (cedro) para produzir móveis em estilo colonial, se uniram aos portugueses para expulsar da Ilha do Bananal (no atual estado do Tocantins) invasores ingleses que se apoderaram da região – um episódio que lembraria a Batalha dos Guararapes, no século XVII, em que os holandeses foram derrotados por uma união de portugueses e brasileiros. Mas como disse no texto acima, essa estória é mesmo uma estória. Caô!!!

domingo, 12 de dezembro de 2010

Feliz da vida, sem dinheiro!

É melhor ser feliz e pobre do que infeliz e rico! Aliás, o melhor de tudo seria ser feliz e rico ao mesmo tempo. Aí, meu amigo, seria bom demais para ser verdade, mas é possível. Tudo é possível! Li um texto hoje sobre dinheiro, de autoria de Max Gehringer, e julguei excelente para compartilhar com todos que eu pudesse. Vejam mais abaixo.

Viajar ou ir à um bom restaurante, de vez em quando, requer uma boa quantia de dinheiro, mas no final das contas, não tem preço como na propaganda da Mastercard. Acho que é muito melhor do que ficar guardando dinheiro e depois nem saber o que fazer com tanto. Como dizem por aí, caixão não tem gavetas. Depois, morremos e aí? O que fizemos? Conhecemos o mundo? Tomamos chuva em pleno Rio de Janeiro porque nenhum táxi parava para nos "dar" a carona? E aquele frio em Paris, em pleno revéillon, quando também nenhum táxi estava vago? E a gripe "caprichada" depois da temporada de esqui? Veja que até os momentos ruins se tornam experiência e boas lembranças. Imagine então os momentos mais bacanas?!

Vale a pena sim gastar dinheiro quando se tem. Mas com uma advertência, conforme a emergente do programa Zorra Total, exibido aos sábados pela rede Globo: DINHEIRO É VERDE, MAS NÃO DÁ EM ÁRVORE. Ou seja, nada de sair fazendo dívidas por aí para deixar para os outros pagarem, caso não dê conta!!!



Viver ou Juntar dinheiro? (Max Gehringer)

Há determinadas mensagens que, de tão interessante, não precisam nem sequer de comentários. Como esta que recebi recentemente. Li em uma revista um artigo no qual jovens executivos davam receitas simples e práticas para qualquer um ficar rico.

Aprendi, por exemplo, que se tivesse simplesmente deixado de tomar um cafezinho por dia, nos últimos quarenta anos, teria economizado 30mil reais. Se tivesse deixado de comer uma pizza por mês, 12 mil reais. E assim por diante.

Impressionado, peguei um papel e comecei a fazer contas. Para minha surpresa, descobri que hoje poderia estar milionário. Bastaria não ter tomado as caipirinhas que tomei, não ter feito muitas viagens que fiz, não ter comprado algumas das roupas caras que comprei. Principalmente, não ter desperdiçado meu dinheiro em itens supérfluos e descartáveis.

Ao concluir os cálculos, percebi que hoje poderia ter quase 500 mil reais na minha conta bancária. É claro que não tenho este dinheiro. Mas, se tivesse, sabe o que este dinheiro me permitiria fazer? Viajar, comprar roupas caras, me esbaldar em itens supérfluos e descartáveis, comer todas as pizzas que quisesse e tomar cafezinhos à vontade.

Por isso, me sinto muito feliz em ser pobre. Gastei meu dinheiro por prazer e com prazer. E recomendo aos jovens e brilhantes executivos que façam a mesma coisa que fiz. Caso contrário, chegarão aos 61 anos com uma montanha de dinheiro, mas sem ter vivido a vida.

“Não eduque seu filho para ser rico, eduque-o para ser feliz. Assim ele saberá o VALOR das coisas e não o seu PREÇO”

Que tal um cafezinho?

imagem: http://ilsonbarros.zip.net/arch2010-07-01_2010-07-31.html

sábado, 11 de dezembro de 2010

Um homem faminto


Ainda existe gente boa no mundo. Digo, pessoas "do bem". E, hoje, tive uma prova disso.

Ao terminar de almoçar, um senhor ligeiramente alcoolizado se aproximou do restaurante e bem alto dizia que estava com fome. Aquilo incomodou bastante. Aquela pessoa repetia que estava com fome e era verdade: ele pediu comida e não dinheiro.

Diante disso, um jovem que aparentava ter entre 25 e 28 anos, se levantou, deixou o próprio prato na mesa, enquanto a namorada almoçava, e saiu para comprar um sanduíche para aquele homem faminto.

Me senti mal e bem ao mesmo tempo. Mal, porque eu já havia terminado de almoçar e não me levantei rapidamente para socorrer uma pessoas faminta e comprar algo para o homem comer. Bem, porque vi que ainda existem pessoas boas nesta vida. Isso me fez muito feliz!

A única coisa que pude fazer foi buscar uns guardanapos para cobrir o prato do jovem que foi comprar um sanduíche para o homem faminto. E só!

Nota de rodapé: Daí, tive um montão de pensamentos ao mesmo tempo. E um deles é sobre o desperdício de comida. Me doi muito, dá um nó dentro do corpo inteiro em ver alguém jogando alimentos no lixo. Poxa, congele a comida, não coloque tanto no prato, cozinhe só o necessário, faça uma marmita e forneça para alguém na rua ou para o porteiro do prédio que vai agradecer bastante em comer algo bem caseiro. O mundo tem fome!!!


imagem: http://www.nato.int/docu/review/2006/issue1/portuguese/main.htm

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

As últimas das 45 lições!


Meu pai enviou, por e-mail, as 45 lições de vida, escritas por Regina Brett, de 90 anos de idade, em um jornal de Ohio. A autora diz que escreveu as lições para celebrar o envelhecimento dela.

Considerei os escritos um ensinamento. Portanto, não desperdiçei os 45 de uma vez só. Coloquei em dias aleatórios apenas cinco lições até completarem o total. Eis que hoje é o dia derradeiro. Chegamos ao final das 45 lições. Acredito que os ensinamentos ficarão gravados de forma certeira na cuca de cada um. Assim espero!

Então para quem quiser, sugiro que aproveite e leia atenção sempre que quiser!
Para mim, sempre funciona.


42. O melhor ainda está por vir.

43. Não importa como você se sente, levante-se, vista-se bem e apareça.

44. Produza!

45. A vida não está amarrada com um laço, mas ainda é um presente.



Clique aqui para ler a parte I

Clique aqui para ler a parte II

Clique aqui para ler a parte III

Clique aqui para ler a parte IV

Clique aqui para ler a parte especial

Clique aqui para ler a parte V

Clique aqui para ler a parte VI

Clique aqui para ler a parte VII

Clique aqui para ler a parte VIII


imagem: Paris / out 2009

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Filhos melhores para um Planeta melhor


Um leitor deste blog colocou no twitter (retweet) uma excelente mensagem sobre um futuro melhor para os nossos filhos outro dia. Veja:



"Todo mundo pensa em deixar um planeta melhor para nossos filhos... Quando é que pensarão em deixar filhos melhores para o nosso planeta?"

(Andrei Santos)



Não é genial? Outro dia estava mesmo pensando na geração atual. Ultimamente só vejo adolescentes meio bobões do tipo mal educado...que andam desengonçados, esbarram em você e nem pedem desculpas. Ou do tipo que jogam lixo na rua e riem à toa (ô vida boa). E cadê a educação? Os pais devem ter guardado no armário antes de saírem para trabalhar...só pode ser, não tem outra explicação.

Nota de rodapé: Pelo que vi na imagem do twitter, embora só tenha menos da metade do rosto, é que o Andrei Santos (autor da frase inteligentíssima) seja também um adolescente. Acho que é, não tenho certeza. Mas se for, é uma prova de que (claro!) existem adolescente bem educados, inteligentes e conscientes sobre o futuro de uma nação. Aliás, conheço alguns jovens que me surpreendem sim, não vamos generalizar!


terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Uma viagem pelo Rio antigo...

Arcos da Lapa e a igrejinha ao fundo no RJ antigo

Li num livro que toda viagem deve ter momentos que sejam uma espécie de "cereja do bolo". E que para isso se deve reservar um "certo recurso". Ou não! Pode ser um jantar num restaurante bem legal com direito a prato da boa lembrança e tudo mais; pular de pára quedas ou quem sabe comprar uma roupa numa loja mega legal! Ou até mesmo assistir a um jogo de futebol. Isso sim é um programão em qualquer lugar do mundo. Na minha última viagem ao Rio, o meu bolo ficou recheado de "cerejas". Como já mencionei aqui, o passeio de pedalinho na lagoa Rodrigo de Freitas, na época de Natal, é uma ótima pedida.


Mas quero deixar aqui outra dica: passear à toa pelo centro histórico do Rio de Janeiro (Rio antigo). Comece pelos Arcos da Lapa e termine na rua do Lavradio. Lá acontece uma feira de antiguidades sempre no primeiro sábado de todo o mês. Se der sorte, pode até assistir "de camarote" aqueles senhores vestidos de branco, com chapéu, a tocar aquele sambinha para ninguém botar defeito. Existem também no mesmo local, os almoços com feijoadas das escolas de samba. Há duas opções: pagar o almoço e o show ou só o show.


Além das diversas barraquinhas, existem também as lojas lotadas de objetos antigos que vão desde armários e luminárias até cadeiras de balanço e discos antigos. Um luxo!


A foto que quase ninguém viu


Instantes antes da famosa foto dos Beatles (abaixo), clicada na rua Abbey Road, em Londres. A imagem é capa do disco que leva o mesmo nome, lançado em 1969. Foi o último a ser gravado. "Let it be" é uma das canções. "Heres comes the sun" -, que adoro demais - é outra faixa de super sucesso do Abbey Road. Vi a foto num blog nesta semana.




segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Baita gente mal educada


Hoje um carro jogou água de chuva em mim. Eu e o Beethoven (meu cão) tomamos um baita banho de água suja. O pior de tudo é que fiquei ali parada, sem reação, à espera de "desculpas" ou um simples sinto muito.

Não é a primeira vez que espero alguma reação da pessoa que errou! Acontece que me chateio pois nunca há uma resposta.

Daí aí a minha mãe chegou e disse: você anda acreditando em papai noel ou algo do gênero? Ninguém mais se importa com ninguém. Respondi que ainda acreditava no ser humano, mas a partir de hoje, algo mudou...definitivamente.

imagem: http://victorstress.blogspot.com/

Pedalinho na Lagoa é legal demais!


Pense num programa legal! Domingo, início de noite, em época de natal, na Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro. Para completar, sugiro que pegue um daqueles pedalinho em formato de cisne -, que aliás é mega romântico, e aprecie a árvore de natal por ângulos diferentes. Não tem preço! Aliás, tem sim. Custa R$ 20 cada meia hora. Para dias chuvosos (mas com pouca 'aguaçeira'), alugue pedalinhos que tenham um pequeno toldo para se proteger de "surpresas" da natureza. Outra dica é fazer isso perto de horários redondos, como 20 horas, por exemplo. Assim se ouve o som dos sinos que saem da árvore.

Adorei o passeio. Saí de lá feliz da vida por ver a recém inaugurada árvore de natal da lagoa Rodrigo de Freitas.

De acordo com Guinness Book, a estrutura flutuante natalina é a maior do mundo. Só a base tem 180 metros para se ter uma ideia. Neste ano, o tema da decoração é “uma Estória de Reencontros”. A árvore foi inaugurada no último sábado (dia 4).


imagem: http://feriadonatal.com/arvore-de-natal-da-lagoa-rodrigo-de-freitas-comeca-a-ser-montada/

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Cinco de 45 lições! (parte VIII)


Meu pai enviou, por e-mail, as 45 lições de vida, escritas por Regina Brett, de 90 anos de idade, em um jornal de Ohio. A autora diz que escreveu as lições para celebrar o envelhecimento dela.

Considerei os escritos um ensinamento. Portanto, não desperdiçarei os 45 de uma vez só. Colocarei em dias aleatórios apenas cinco lições até completarem o total. Acredito que assim desta forma, os ensinamentos ficarão gravados de forma certeira.

Então para quem quiser, sugiro que aproveite e leia com atenção mais cinco lições. Enjoy!


37. Suas crianças têm apenas uma infância.

38. Tudo que verdadeiramente importa no final é que você amou


39. Saia de casa todos os dias. Os milagres estão esperando em todos os lugares.

40. Se todos nós colocássemos nossos problemas em uma pilha e víssemos todos os outros como eles são, nós pegaríamos nossos mesmos problemas de volta.

41. A inveja é uma perda de tempo. Você já tem tudo o que precisa.


Clique aqui para ler a parte I
imagem: Notre Dame, Paris (outubro 2009)

Sabedoria

Precisa dizer mais alguma coisa? Acho que não. Sabedoria é tudo!

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Direto de 1978!



Curti demais o Didi e os Trapalhões. Nasci em 1979 e garanto que a programação da tv era legal. As imitações do Didi, hoje, podem parecer sem graça, mas trazem lembranças carregadas de boas músicas e de uma época que já se foi. Não só isso: pessoas já se foram e a infância também. E é bom do mesmo jeito. A nostalgia tem que existir.

Neste vídeo, por exemplo, o Ney Matogrosso faz "aquela" performance. Isso para uma criança era meio esquisito. Mas cresci admirando aquele artista. E tive bom gosto sim. Enquanto a meninada morria de medo da Cuca do Sítio do Pica Pau Amarelo, de Monteiro Lobato, eu enlouquecia para poder vê-la a ter que dormir. Já que se não dormisse, a Cuca pegava...opa! Bingo, não iria dormir. Queria ver a cuca de perto, bem de perto.

Um tempo depois, fique fã de David Bowie. Aos sete anos, me convenci que era com ele que me casaria ao crescer. Rá rá rá. Gostava dos tipos esquisitos. Para mim, ele era lindo e andrógeno no filme Labirinto. Aliás, ótimo filme. A Jennifer Connelly também era criança na época, quase uma adolescente. Talvez tenha sido o primeiro filme dela.

Didi, Ney Matogrosso, Cuca e David Bowie...excelentes gostos para uma criança! Só eu mesmo.

Eu voltei e agora é 'pra' ficar!

Eu voltei! E agora é 'pra' ficar. Porque aqui! Aqui é meu lugar. Lá lá lá...

Eu voltei pr'as coisas que eu deixei...

Eu voltei!...


Assim como Roberto Carlos canta em "O Portão", resolvi voltar! Voltar a escrever. São tantas emoções ao ouvir qualquer canção dele que, ao escutar, aquele refrão...me rendi. O fato é que me rebelei tempos atrás. Achei que não valia mais a pena escrever -, já que desisti da profissão de jornalista 13 anos depois de tanta experiência. Profissão ingrata!


O negócio é que blog é blog e jornalismo é jornalismo. E cada um no seu quadrado! Eu voltei e prometo ficar. Se eu ficar chata, por favor, me perdoem. Agradeço se derem uma puxada de orelha por meio de comentários.


Prometo concluir o que começei, tipo alguns ensinamentos que coloquei aqui sobre a vida, religião, pensamentos alheios, curiosidade, música etc etc e tal.


Deixo você entrar no mundo. Compartilhar ideias e sentimentos e coisas e mais coisas. Fique à vontade. A casa é sua também.


E para dar um tom mais feliz, o que acham de rever uma interpretação do Didi ao parodiar a música do Roberto Carlos?


quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Ser transparente!


Li um e-mail que fala sobre "SER TRANSPARENTE". Adorei! Pois todos acham que ser transparente é apenas não mentir, não enganar os outros, ser sincero e blá blá blá.

Mas SER TRANSPARENTE vai mais além. É ter coragem de ser frágil de vez em quando. Por que não? Todos passamos por isso uma hora. É também ter coragem de chorar e de falar o que sente, de verdade. No fundo, todos carregam uma "máscara". Então, ser transparente é deixar caí-las. Faz bem!

É preciso baixar as "armas" e destruir os muros que costumamos levantar. Mas a maioria das pessoas prefere não correr o risco, prefere a dureza da razão. Talvez seja por isso que o mundo está do jeito que está!


imagem: http://juventudeconquistadora.blogspot.com/2009/07/ser-transparente.html

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Precisa-se de homem bom na política!


Para evitar corrupção total da humanidade, Deus operou por meio da obediência de Noé. Sabe por que? Porque Noé era um homem bom e odebidente. Agora quero saber quem será o Noé que irá colocar ordem na política brasileira atual.

domingo, 3 de outubro de 2010

Hoje não tem novela


Descobri hoje porque não gosto de domingos! É porque não tem novela. É duro ter que admitir, mas pô, ADORO novela! E hoje não tem.
E o pior de tudo... é dia de votar.


imagem: http://wp.hagah.com.br/hagahtempr/2007/10/25/atalhos-blogs/
por

Cinco de 45 lições! (parte VII)


Meu pai enviou, por e-mail, as 45 lições de vida, escritas por Regina Brett, de 90 anos de idade, em um jornal de Ohio. A autora diz que escreveu as lições para celebrar o envelhecimento dela.

Considerei os escritos um ensinamento. Portanto, não desperdiçarei os 45 de uma vez só. Colocarei em dias aleatórios apenas cinco lições até completarem o total. Acredito que assim desta forma, os ensinamentos ficarão gravados de forma certeira.

Então para quem quiser, sugiro que aproveite e leia com atenção mais cinco lições. Enjoy!



32. Não se leve muito a sério. Ninguém faz isso.

33. Acredite em milagres.

34. Deus ama você porque ele é Deus, não por causa de qualquer coisa que você fez ou não fez.

35. Não faça auditoria na vida. Destaque-se e aproveite-a ao máximo agora.

36. Envelhecer ganha da alternativa -- morrer jovem.



Clique aqui para ler a parte I
Clique aqui para ler a parte II
Clique aqui para ler a parte III
Clique aqui para ler a parte IV
Clique aqui para ler a parte especial
Clique aqui para ler a parte V
Clique aqui para ler a parte VI

imagem: Tirei a foto em Londres (Inglaterra).

sábado, 25 de setembro de 2010

Muita caca pra pouco penico!


Rita Lee canta na música de abertura da novela Ti Ti Ti que há muita caca pra pouco penico. Ela tem toda a razão. A música é antiga, gravada na década de 80, mas continua atual. E como! A letra se encaixa em muitos "departamentos" do mundo que vivemos.

E tem muita caca pra pouco penico mesmo. A cidade (Brasília) está um lixo nesta época de eleições. Além do clima seco, muito comum em agosto e setembro no Cerrado, a paisagem fica ainda pior com banners, de candidatos às eleições, sentados na grama queimada, distribuídos por toda a cidade. É nojento! Mas tudo isso tem data para acabar. No dia 3 de outubro, o sofrimento acaba. Infelizmente tenho que votar. Vontade mesmo, não tenho não!!!

É isso aí! Brasil mostra a sua cara. Quero ver quem paga para a gente ficar assim...lá lá lá.

imagem: http://picses.eu/domain/delvallecidadania.org/

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Vaquinha para ajudar os cães


Caros amigos, lembram quando postei aqui no blog sobre o Augusto Abrigo? Se não, clique aqui!

Só para lembrar, a reportagem divulga o belo trabalho de Eliane Zanetti que abriga mais de 302 animais. Ela faz isso na maior felicidade do mundo e oferece amor, além de abrigo a cães e gatos rejeitados, doentes e torturados. Tudo isso em Luziânia (GO), bem próximo a Brasília. Ela diz que herdou do pai, um mecânico e "veterinário de coração", a paixão pelos animais, um amor que a fez recusar empregos.

AGORA, estamos fazendo uma vaquinha (clique aqui para ajudar!) para arrecadar fundos e construir a maternidade do abrigo. A obra custará R$ 4.127 e até agora arrecadou apenas R$ 550. No link, há todos os detalhes, inclusive com fotos. Uma amiga voluntária -, que faz ginástica comigo - fez a tomada de preço de material no setor de indústria em Brasília. Assim tudo será de qualidade e num bom preço!

A ajuda é voluntária. E confesso que não há sensação melhor do mundo do que ajudar o próximo, seja animal, criança ou idoso, afinal somos todos filhos de Um só!

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Escrever pode ser um dos caminhos


Leia a carta que Elizabeth Gilbert, autora da obra "Eat, Pray, Love" (Comer, Beber, Amar) escreveu para Deus. O livro virou filme e será lançado em breve no Brasil. A atriz que fará o papel de Gilbert é Julia Roberts.

"Dear God,

Please intervene and help end this divorce. My husband and I have failed at our marriage and now we are failing at our divorce. This poisonous process is bringing suffering to us and to everyone who cares about us.

I recognize that you are busy with wars and tragedies and much larger conflicts than (....)"

Na carta, Gilbert pede que Deus intervenha e ajude para que o divórcio acabe. Ela reconhece que ela e o marido falharam no casamento. E diz também que o processo de separação está causando sofrimento para cada um. Gilbert foi humilde ao escrever que Deus é ocupado com guerras e tragédias.

Já escrevi aqui que acho legal dedicar uma carta à Deus. Acho boa ideia...talvez seja um forma de rezar, só que escrita. Talvez seja uma forma de rezar mais que uma vez!




imagem: http://umavidadeesperanca.org/step2/talk2god.php

Extra! Extra!!!


Extra! Extra! Tema polêmico no jornal. Numa época em que ninguém quer ser de ninguém, um homem quer ser de alguém.

Bem que a escritora Martha Medeiros já tinha falado...

imagem:http://pcmaconvene.blogspot.com/2010/07/extra-extra-convene-newsstand_26.html

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Nem sempre quem ganha tem razão


Quem lê este blog regularmente sabe que eu tenho estudado a Bíblia. Mas não têm o conhecimento -, pois nunca falei - que já me dediquei à doutrina espírita também. Estudei um tempão. E, hoje, lembrei de algo que quero destacar: a RAZÃO.


A RAZÃO, de acordo com o espiritismo, é o orgulho disfarçado e "quem quer que seja infalível se coloca como igual a Deus".


Uma pessoa que sempre tem a razão de tudo ou "se acha a própria razão", é uma pessoa chata. Para mim, não há papo. Nem tenho paciência. Se a pessoa quer provar algo que ela prove para si mesma. Não preciso saber disso. O que gosto mesmo é de humildade. E isso não quer dizer que as pessoas tenham que concordar em tudo. Claro que não! Mas o bacana é conversar com alguém e não discutir.


"Dirigimo-nos, pois, àqueles que são bastante sábios para duvidar daquilo que não viram, e que, julgando o futuro pelo passado, não creiam que o homem tenha alcançado seu apogeu, nem que a Natureza tenha virado para ele a última página de seu livro". (O Livro do Espíritos)


imagem: http://poemainacabadofimfim.blogspot.com/2009/11/razao.html

Difícil de ver! Credo.


Achei que ja tinha visto de tudo nesta vida...até que hoje, ao chegar na academia de ginástica, o que vejo? Um pai de família com um crock AMARELO no pé. Que visão, minha nossa, que visão!

imagem: http://www.emule.com.br/lista.php?categoria=28107&pag=5&ordem=DESTACADOS

Cinco de 45 lições! (parte VI)


Meu pai enviou, por e-mail, as 45 lições de vida, escritas por Regina Brett, de 90 anos de idade, em um jornal de Ohio. A autora diz que escreveu as lições para celebrar o envelhecimento dela.


Considerei os escritos um ensinamento. Portanto, não desperdiçarei os 45 de uma vez só. Colocarei em dias aleatórios apenas cinco lições até completarem o total. Acredito que assim desta forma, os ensinamentos ficarão gravados de forma certeira.


Então para quem quiser, sugiro que aproveite e leia com atenção mais cinco lições. Enjoy!


27. Sempre escolha a vida.


28. Perdoe tudo de todo mundo.


29. O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta.

30. O tempo cura quase tudo. Dê tempo ao tempo.


31. Não importa quão boa ou ruim é uma situação, ela mudará.









imagem: Tirei em Madri, na Espanha.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

...e o Eduardo, de camelo!

Sabe a música Eduardo e Mônica? Tem a parte em que os dois se encontram no Parque da Cidade (bem em frente à minha casa), e a Mônica está de moto e o Eduardo, de camelo. Na minha cabeça, desde criança, o Eduardo estava literalmente montado num camelo (animal), emprestado do zoológico de Brasília. KKKKKKKKKKK. Só descobri esse dias que camelo é bicicleta. Tive que refgistrar isso aqui.

Para relembrar a música e a história de que os opostos se atraem e isso é verdade, assista abaixo vários vídeos bacanísimos, com a música Eduardo e Mônica, do eterno Renato Russo.




Não acredite em tudo que lê



Não acredite em que tudo lê, nem em tudo que ouve ou vê. As revistas femininas são um exemplo. É muito comum ler logo na capa, emagreça em uma semana cinco quilos ou....traga o seu namorado de volta em 24 horas. Rá rá rá. Muito engraçado!


O que quero dizer aqui é que temos apenas que não subestimar o nosso prazer nem os outros. Nada de idolatrias. E como diz a escritora Martha Medeiros - que há muito tempo não cito neste blog -, seja educada, mas não certinha. Faça coisas que nunca fez antes. Não minta, nem conte toda a verdade. Dance sozinha como se ninguém estivesse olhando (ADORO fazer isso). E claro, divirta-se enquanto seu lobo não vem.


imagem: http://sandesdeatum.blogs.sapo.pt/1762.html

Ainda bem que Deus ficou bravo

Deus que me perdoe, mas ainda bem que ele ficou bravo conosco e diminuiu o número de anos da nossa vida. Aff! Deus criou o homem para viver 900 anos, pelo menos. Curuz! Não que eu esteja reclamando da vida, claro que não, embora tenha todos os motivos do mundo. Mas viver 100 anos já é muito. Tá bom demais!

"Então disse o SENHOR: O meu Espírito não agirá para sempre no homem, pois este é carnal; e os seus dias serão 120 anos". (Gênesis 5-6).

Aliás, continuando bravo, com toda a razão, por causa da multiplicação da maldade do homem na terra, mega arrependido por criá-lo (o que pesou demais no coração Dele), Deus fez desaparecer o homem, inclusive os animais por meio do dilúvio.

Deus limitou o tempo em que o homem poderia continuar em pecado. Os 120 anos se referem tanto ao espaço de tempo anterior ao dilúvio quanto à diminuição da expectativa de vida do homem após o dilúvio.

Fico pensando o que será que Ele prepará para a humanidade atual...puro desgosto. Não tiro a razão Dele não. Um dilúvio literalmente aconteceu no Nordeste brasileiro, neste ano. Por que lá? Algum motivo tem, com certeza. E as queimadas devido ao período de seca? Também acredito que nada esteja fora do normal. Destruimos e agora estamos sendo destruídos. E o pior é que isso tem acontecido aos poucos, todos os anos...aos poucos!

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Entrega a jato de pizzas

Confesso que já vi muita coisa nesta vida, mas essa da pizzaria cujo nome é 11 de setembro é totalmente nova. Como no atentado que aconteceu em Nova York, em 11 de setembro de 2001, quando dois mega aviões atropelaram as torres gêmeas em instantes, a pizzaria 11 de setembro tem como marca registrada a mesma agilidade dos terroristas em território norte americano.

Humor negro: Dizem que a pizza é um terror, mas a entrega é a jato.

O estabelecimento fica em São Miguel Paulista. Veja aqui a fonte!

Cinco de 45 lições! (parte V)


Meu pai enviou, por e-mail, as 45 lições de vida, escritas por Regina Brett, de 90 anos de idade, em um jornal de Ohio. A autora diz que escreveu as lições para celebrar o envelhecimento dela.

Considerei os escritos um ensinamento. Portanto, não desperdiçarei os 45 de uma vez só. Colocarei em dias aleatórios apenas cinco lições até completarem o total. Acredito que assim desta forma, os ensinamentos ficarão gravados de forma certeira.

Então para quem quiser, sugiro que aproveite e leia com atenção mais cinco lições. Enjoy!


22. Prepare-se mais do que o necessário, depois siga com o fluxo.

23. Seja excêntrica agora. Não espere pela velhice para vestir roxo.

24. O órgão sexual mais importante é o cérebro.


25. Ninguém mais é responsável pela sua felicidade, somente você.

26. Enquadre todos os assim chamados "desastres" com estas palavras 'Em cinco anos, isto importará?'

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Perder não é sinônimo de não ter

Betty Milan, colunista da Revista Veja, escreveu há mais ou menos duas semanas, ao citar a obra "Cem anos de solidão" (do escritor colombiano Gabriel García Márquez), que o nosso maior desconsolo é a perda do ser amado. De acordo com ela, só superamos a tristeza quando entendemos que perder não é sinônimo de não ter. E que quem morreu já não está no mundo, mas pode existir entre nós. "Fazer o luto é entender que a morte não anula a existência e, que, sem estar, o morto ainda está. Isso requer tempo. Tanto mais tempo quanto menos ritualizada é a despedida".

A colunista escreveu com muita sabedoria que na nossa sociedade evita-se falar da morte e não se tem tempo para tristeza. Acredito que temos o direito de ficarmos tristes de vez em quando. É perfeitamente normal. Mas não, a sociedade não deixa e logo pergunta se está tudo bem e dá a dica de um ótimo antidepressivo. Oras, tristeza não é depressão.

Não ficar triste, segundo Betty, nos expõe mais ainda aos efeitos negativos dela. "Nada é pior do que a tristeza recalcada, de ação sorrateira e consequencias imprevisíveis. Quem não chora o seu morto e não é consolado pelos vivos fica sozinho com a perda. Num certo sentido, é marginalizado. Por outro lado, quem não tem tempo para o sofrimento alheio não pode ter relações de amor ou de amizade".

O bacana é que no romance de García Márquez, os personagens encontram soluções mágicas para os dramas da vida. Pena que não podemos fazer isso. O máximo que nos é permitifo é enfrentar os nossos dramas com um pouquinho de criatividade e aceitar a realidade. Colocar tudo no liquidificador e pronto! Agora é só usar a imaginação. Lutos existem o tempo todo na nossa vida, sem precisar que uma pessoa querida passe para o lado de lá.


imagem: http://omarimbondo.blogspot.com/

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

A natureza merece respeito!


"Nunca fui a favor da pena de morte. Estou disposto a rever isso"
(BRAD PITT, pensando nos responsáveis pelo vazamento de óleo no Golfo do México)


Brad Pitt tem toda a razão do mundo. Um crime contra a natureza é um crime contra a própria humanidade. Os responsáveis pelo vazamento de óleo no Golfo do México são uns perfeitos patetas fizeram a si mesmos também. É incrível como a ganância não tem um mínimo de empatia (de se colocar no lugar do outro). Não pensam nos animais nem nas gerações futuras. Tenho pena das próximas criançs que virão ao mundo. Será que algo ainda terá restado?

Manifesto aqui a minha profunda tristeza em relação ao tratamento do homem à natureza. É feio, é prejudicial, é mal educado. O que podemos fazer peloamordeDeus???? A natureza merece respeito.



imagem: http://alexecoluz.blogspot.com/

domingo, 12 de setembro de 2010

Alice no país da realidade!


Uma lição de 45 (parte especial)


21. Acenda as velas, use os lençóis bonitos, use lingerie chic. Não guarde isto para uma ocasião especial. Hoje é especial.


Tenho publicado aqui no blog, em posts separados, cinco lições das 45 escritas por Regina Brett, de 90 anos de idade, em um jornal de Ohio. A autora é sábia e diz que escreveu as lições para celebrar o envelhecimento dela.

Hoje, não quis publicar cinco lições e sim apenas UMA. Uma que para mim é a mais importante de todas. Não guardo nada. Uso tudo. Se compra uma roupa hoje, já uso amanhã, ou no mesmo dia, se tiver oportunidade. Sou pior que criança que quando vai à loja de sapatos, o pai manda embrulhar o velho pois o novo já vai no pé mesmo. Pois, eu sou assim mesmo. Para mim, todo dia é especial. Se vou prepara uma sopa, preparo como se fosse um jantar cinco estrelas. Faço a mesa e compro pães bem bonitos. Tenho uma amiga que guarda tudo e espera um momento especial para usar as coisas. Sou totalmente contra. Outro dia, inclusive, fiquei aborrecida com ela, pois comprei um pingento com o Santo Antônio, pedi para o padre benzer, e enviei pelos Correios. Um belo dia, perguntei se já estava usando e ela respondeu que estava aguardando um momento tal e tal e tal. O mesmo ela fez com uma calça que compramos juntas que já usei um trilhão de vezes. Acho que isso é perca de tempo.

A minha amiga poderá ficar triste com a minh revelação. Mas o que importa mesmo é que temos que considerar todos os dias de forma especial. Pois se formos esperar demais, talvez nenhum dia "sonhado" seja tão especial como o de hoje. Viva hoje e não o amanhã. Garanto que é muito melhor.

Clique aqui para ler a parte I
Clique aqui para ler a parte II

Clique aqui para ler a parte III
Clique aqui para ler a parte IV

imagem: Fiz a foto na Bélgica. Note que as folhas parecem corações.

Sorvete, sorvete, sorvete!


Estamos mega felizes na foto acima. Não só porque estávamos em Paris. Nem porque a Notre Dame estava atrás de nós. Adivinhe??? Preste mais atenção na foto. Aproxime mais um pouco. Não é por causa das sacolas da L'occitane nos nossos braços. Ah, agora sim. Acertou. É por causa do sorvete delicioso Berthillon, comprado bem no coração de Paris, na ilha de Sant Louis, onde antigamente pastavam as vacas. Glacée para os franceses, sorvete para nós.

Lembrei do sorvete hoje porque Brasília está num calor insuportável. Embora, prefira tomar sorvete no inverno, hoje, especialmente neste domingo seco do Cerrado brasileiro, tomaria um belo sorvete de pessêgo com menta. Delícia. Aliás, já que toquei no assunto, a sorveteria parisiense fecha no verão. Já que todos viajam no verão e deixam Paris para trás, família Berthillon faz o mesmo. A sorveteria existe há muito tempo e é herança de família. Raro é ver a Berthillon sem filas. Ainda bem que não tivemos que enfrentar nenhuma neste dia.


O alquimista dos sorvetes é octogenário, conhecido como Monsieur Bernard. Ele é o patriarca da família e antigo confeiteiro. Vale a pena demais experimentar as delícias geladas! Fica a dica.

Bate papo com Deus!


"I wish I could write a petition to God, asking for this thing to end". (livro Eat, Pray, Love, de Elizabeth Gilbert).

* Eu desejo poder escrever uma "carta" para Deus, pedindo para tal situação acabar.

O livro Comer, Beber e Amar, virou filme. Ainda não chegou em Brasília, acho que nem no Brasil. Uma das partes que me chamou a atenção, no livro, foi justamente a que destaquei acima. A dor da Elizabeth era tão grande que a vontade era realmente de conversar com Deus para que Ele colocasse um ponto final naquela situação (que era o da separação dela). Quem nunca teve vontade de bater um papo com o todo poderoso que atire a primeira pedra. Eu já tive...diversas vezes. Gostaria de saber um montão de coisas...mas como diz o ditado "O Futuro a Deus pertence", então tento me contentar com o presente mesmo. Mas sabe de uma? Esse papo de conversar com Deus é meio furada, não por causa Dele...por favor, não me interpretem mal. Mas o fato é que um diálogo precisa de pelo menos duas pessoas e, quando converso com Deus, poxa, bato papo sozinha. Não seria má ideia se Ele respondesse, nem que fosse por meio de cartas. No fundo, na real, Deus responde sim. Sabe como? Por meio de sinais! Basta prestar atenção. Creio nisso...


imagem: http://paula-travelho.blogs.sapo.pt/113858.html

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Ingleses se tornarão mais simpáticos


Até que enfim, uma verdade foi dita: o inglês é mesmo pouco gentil. Eu que o diga na minha ida a Londres, no ano passado. Londres, que já foi declarada a "cidade menos gentil do Reino Unido", lançará Campanha Nacional pela Cortesia. Os ingleses terão lições de boas maneiras para aprender a sorrir nas Olimpíadas. Até que enfim! Leia mais aqui.


imagem: blog da Revista Veja na internet (Antonio Ribeiro)

Cinco de 45 lições! (parte IV)


Meu pai enviou, por e-mail, as 45 lições de vida, escritas por Regina Brett, de 90 anos de idade, em um jornal de Ohio. A autora diz que escreveu as lições para celebrar o envelhecimento dela.

Considerei os escritos um ensinamento. Portanto, não desperdiçarei os 45 de uma vez só. Colocarei em dias aleatórios apenas cinco lições até completarem o total. Acredito que assim desta forma, os ensinamentos ficarão gravados de forma certeira.

Então para quem quiser, sugiro que aproveite e leia com atenção mais cinco lições. Enjoy!

16. Respire fundo. Isso acalma a mente.

17. Livre-se de qualquer coisa que não seja útil, bonito ou alegre.

18. Qualquer coisa que não o matar o tornará realmente mais forte.

19. Nunca é muito tarde para ter uma infância feliz. Mas a segunda vez é por sua conta e ninguém mais.

20. Quando se trata do que você ama na vida, não aceite um não como resposta.

Clique aqui para ler a parte I
Clique aqui para ler a parte II

Clique aqui para ler a parte III

imagem: tirada em Brugges, na Bélgica

Ciência também protegerá Cristo Redentor


Li no blog janela lateral, que o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, ganhou, durante a reforma, um pára raios bem na cabeça, além de toda a recauchutagem que precisava. A estátua com quase 40 metros de altura, prova que o Cristo do RJ também usa uma coroa de espinhos, mas uma que é raramente vista e não faz exatamente parte do projeto artístico do monumento religioso: um pára raios que o protege contra descargas elétricas. Na fotografia acima, de Ricardo Zerrenner, pode-se ver a “coroa” e o sistema anti raios que se estende também pelos braços da estátua.


A proteção é muito importante para proteger uma das Sete Novas Maravilhas do mundo já que, em 2007, parte do dedo da mão direita e pedaços da testa foram danificados por causa de uma tempestade. Assim, a ciência salva o Cristo Redentor e ainda dá uma "força" à proteção divina.


segunda imagem: desconhecida. Tirei de um e-mail.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

CASOS DO COTIDIANO

Fiquei sabendo outro dia de um site, em inglês, que só relata coisas boas em pequenas histórias do cotidiano. É o IT MADE MY DAY. Lá você pode encontrar algumas pérolas, do tipo "estava indo trabalhar quando uma viatura policial ligou a sirene e parou todo o trânsito, do nada. Já ia me irritando quando vi o policial sair do carro para resgatar uma tartaruga no meio da estrada". Ah, vai dizer que não é fofo, vai?! Vale a pena espiar por lá.
Bom, saindo do fofo, a dica esculhambada é o site FUCK MY LIFE. Neste, os fatos só mencionam histórias que dão errado e pessoas que se dão mal. É engraçado. Em português, fizeram um versão parecida, no site VIDA DE MERDA (VDM). Vale a pena espiar por lá também!

Pérola do IT MADE MY DAY:
"Parei pra comprar uma cerveja hoje e o cara pediu meu RG! Eu faço 50 anos em breve!"

Pérola do VIDA DE MERDA:
"Hoje acordei de madrugada para mandar um e-mail a um colega de trabalho e coloquei no final :" Tô comendo uma ninfeta" .Sem querer mandei para todos os meus clientes".

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Casar faz bem


O assunto mais comentado no espaço do leitor da revista Veja, desta semana, foi sobre a reportagem principal, publicada na semana passada, intitulada "Casar faz bem". Não li a matéria até agora porque a revista sumiu aqui em casa. Mas me chamou a atenção alguns comentários que coloco abaixo (de forma editada).

"(...) Hoje, a celebração de uma união pode ser feita alegremente, por meio de um casamento sem dogmas nem problemas. Mais ainda: com muita segurança, tranquilidade e felicidade. A abordagem dos jornalistas de Veja foi bacana". (Tatiana de Carvalho, Brasília, DF)


"(...) O casamento deixou de ser fachada para ser mais uma realização pessoal". (Filó Guerra, São Paulo)

"Namorei 10 anos. Estou casada há 36, e pouca coisa mudou no meu casamento. Estamos envelhecendo juntos. Desentendimentos existem, mas quando há amor tudo é contornado (...). Continuamos sentindo muito a falta um do outro e matamos as saudades através de breves telefonemas para dizer: 'eu te amo', 'estou com saudades de você'. Deixo bilhetinhos ou cartões nos bolsos dele, e assim mantemos acesa a chama do amor entre nós - eu com 60 e ele com 62 anos". (Olga Maria, Vitória, ES)

"A reportagem fez um brinde ao amor. (...) O casamento não tem receita, prazo de validade nem garantia de permanência. 'Viver é a arte de conviver'". (Rose Cristine, Brasília, DF)

"(...) Se não houver amadurecimento individual, o casal não resistirá aos fatos e às inevitáveis mudanças. Pedir ajuda é o primeiro passo para minimizar tal autoengano". (Armando Correa, Mogi Mirim, SP)

"Não existe fórmula perfeita. O relacionamento perdura enquanto cada um respeita a individualidade do outro. Estar junto casamento requer cumplicidade, companheirismo e muito amor". (Maria Januária, Vila Velha, ES)

DESTAQUE: Matrimônio em alta. Para a escritora americana Liz Gilbert (aquela de Comer, Rezar e Amar), "o casamento está mais vivo do que nunca". Mas ela aconselha a que está prestes a dizer "sim": "Tome essa decisão com conhecimento de causa". Para quem não sabe, a escritora teve fobia de casamento pois o dela não tinha dado certo. Acabou se casando com um brasileiro que conheceu em Bali.

Quem quiser ler a matéria na íntegra, em PDF, disponibilizado por um site que vi na internet, basta clicar em: http://www.casamentoenoivado.com.br/casar-faz-bem-materia-da-revista-veja/

Leia também o artigo da Revista Marie Claire: Casamento faz bem à saúde mental, confirma um novo estudo. Clique aqui!


imagem: http://revistamarieclaire.globo.com/Revista/Common/0,,EMI112435-17758,00CASAMENTO+FAZ+BEM+A+SAUDE+MENTAL+CONFIRMA+UM+NOVO+ESTUDO.html

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Cinco de 45 lições! (parte III)


Meu pai enviou, por e-mail, as 45 lições de vida, escritas por Regina Brett, de 90 anos de idade, em um jornal de Ohio. A autora diz que escreveu as lições para celebrar o envelhecimento dela.

Considerei os escritos um ensinamento. Portanto, não desperdiçarei os 45 de uma vez só. Colocarei em dias aleatórios apenas cinco lições até completarem o total. Acredito que assim desta forma, os ensinamentos ficarão gravados de forma certeira.

Então para quem quiser, sugiro que aproveite e leia com atenção mais cinco
lições. Enjoy!

11. Faça as pazes com seu passado, assim ele não atrapalha o presente.

12. É bom deixar suas crianças verem que você chora.

13. Não compare sua vida com a dos outros. Você não tem ideia do que é a jornada deles.

14. Se um relacionamento tiver que ser um segredo, você não deveria entrar nele.

15. Tudo pode mudar num piscar de olhos. Mas não se preocupe; Deus nunca pisca. 10. Quanto a chocolate, é inútil resistir
.


Clique aqui para ler a parte I
Clique aqui para ler a parte II



imagem: Eu mesma tirei esta foto em Brugges, na Bélgica.

A lua é quase do tamanho do Brasil


Não sabia que a lua era tão grande. Descobri as dimensões do satélite num site muito legal da BBC. Aliás, só podia ser BBC. Só de raio, a lua tem 6.731 km da Terra. Eu acho enorme, ao contrário de muita gente. (veja aqui)

Clique aqui para ver a lua inserida no mapa do Brasil. É muito legal, né?! Observe que neste site há várias outras opções para comparar dimensões, como por exemplo, colocar Saturno ou Marte no Brasil. Ou ver a dimensão do carnaval Mardi Gras, de New Orleans, em Brasília, por exemplo. Vale a pena brincar por uns instantes! Clique em http://howbigreally.com/ e confira.

Não a caras de múmia


Adoro o Jô!!! Ele é demais. E é capricorniano...tipo eu. Rá rá rá.

Estou falando do Jô Soares.

E sabe o que ele acaba de dizer? Que para o Alex não ficar com cara de múmia pela manhã, ele acorda ao meio dia. Rá rá rá. Amei!!!

Todos deviam acatar a ideia. Ao invés de ficarem com cara de múmia por aí...pois ninguém merece!

É isso aí Jô! A vida deveria começar ao meio dia.


imagem: desenho de Celso Felipe (http://celsofelipe.wordpress.com/category/desenhos-drawings/)

A vida é uma prova de confiança


Ao estudar a Bíblia, percebi que a corrupção existe há muito mais tempo que a política. Não estou eximindo a nojeira da política de forma alguma. Mas o fato é que a corrupção começou na primeira família habitante do mundo quando Caim matou o irmão Abel. Para quem não se lembra, ambos são filhos de Adão e Eva.

Caim estava enfurecido de inveja do irmão quando o matou. E temendo ser assssinado também, Caim implorou proteção a Deus. Aí Deus colocou em Caim um "sinal" que protegeria vida dele e declarou a todos que a vida vem de Deus (Gn 4.1-15). O Senhor não só proibe a vingança de morte, como também deixa claro que tanto a vida quanto a morte estão sujeitas a Ele. A vida é sagrada e somente Deus pode determinar o término.

Cheguei a conclusão de que a vida é preciosa e que Deus nos deu uma oportunidade de experimentá-la. É uma dádiva pois Ele confiou em nós a ponto de podermos administrar os nossos passos. Nos deixou livres. Até o assassino Caim teve a vida protegida... e a vida é uma prova de confiança!


terça-feira, 24 de agosto de 2010

Cinco de 45 lições! (parte II)


Meu pai enviou, por e-mail, as 45 lições de vida, escritas por Regina Brett, de 90 anos de idade, em um jornal de Ohio. A autora diz que escreveu as lições para celebrar o envelhecimento dela.

Considerei os escritos um ensinamento. Portanto, não desperdiçarei os 45 de uma vez só. Colocarei em dias aleatórios apenas cinco lições até completarem o total. Acredito que assim desta forma, os ensinamentos ficarão gravados de forma certeira.

Então para quem quiser, sugiro que aproveite e leia com atenção mais cinco lições. Enjoy!

6. Você não tem que ganhar todas as vezes. Concorde em discordar.

7. Chorar com alguém é melhor que chorar sozinho.

8. É bom ficar bravo com Deus. Ele pode suportar isso.

9. Economize para a aposentadoria começando com seu primeiro salário.

10. Quanto a chocolate, é inútil resistir.

Clique aqui para ler a parte I

imagem: Tirei a foto na Bélgica