terça-feira, 4 de agosto de 2009

O que é um cara legal?


Dentre as milhões de informações nos livros que ganhei da minha tia, eis uma que acho útil para todas as leitoras (e leitores que querem se transformar num cara legal).


Uma mulher inteligente sabe distinguir os homens bons dos maus
(Steven Carter/Julia Sokol)


Encontrar um homem bom é equivalente a tentar encontrar uma vaga para estacionar no centro da cidade. As melhores sempre parecem estar ocupadas, e, embora muitas outras pareçam boas de longe, quando você se aproxima há sempre um hidrante ou uma placa de proibido. Mas tanto as vagas boas quanto os homens bons podem ser encontrados. Basta não desistir - é simplesmente uma questão de tempo.

Tom, o marido de Barbara Smith, é um homem bom. Por quê? Porque é um homem de verdade. Ele faz as coisas que os homens de verdade fazem, e essas coisas não são muito diferentes daquelas que as mulheres de verdade fazem. Quando uma mulher fala com ele, ele ouve e tenta compreender o que ela está dizendo. Quando se sente ameaçado, ele reconhece a ameaça. Quando era solteiro, ficava ansioso quando ia para a cama com uma mulher pela primeira vez. Fica nervoso em diversas situações, sabe quando está nervoso e sabe que ficar nervoso é perfeitamente normal. Não tenta controlar nem manipular as mulheres que conhece para conseguir o que quer. Raras vezes fez isso, e, quando se deu conta, voltou atrás e quase sempre pediu desculpas. Agora que está casado, é muito dedicado a Barbara e procura ajudá-la em todas as suas necessidades. De um modo geral ele pensa no que pode ser melhor para ela, não lhe passa pela cabeça ser infiel e, para ele, seu casamento é tão importante quanto é para Barbara. Em resumo, Tom é um cara legal e sincero.

Como é que você reconhece que um homem é como Tom Smith ao encontrá-lo pela primeira vez? Como pode saber que ele é um "cara legal"? É claro que homens como Tom não têm a palavra "legal" tatuada na testa. Eles a têm permanentemente gravada na personalidade e nas atitudes. Na realidade, se você encontrasse Tom, talvez nã lhe dedicasse a quantidade de tempo e de atenção que ele merece. Por quê? Porque ele não é sufucientemente neurótico para intrigar você, não é sufucientemente enigmático para atrair você, não é suficientemente bonito para impressionar você, nem é suficientemente charmoso para deslumbrar você. Ele obviamente não utiliza uma série de jogadas que levam a uma sedução elegante. Sim, ele poderá lhe dar presentes maravilhosos, mas isso acontecerá quando vocês estiverem comemorando uma data especial, e não no segundo encontro.

Na verdade, não é a marca do carro ou o estilo das roupas o que identifica um cara legal. Mas, para ser um "cara legal", ele deve ter a maioria das seguintes características:


Um "cara legal" tem um estilo de vida realista

Ele tem um lar de verdade, um emprego de verdade, uma família de verdade, contas para pagar, animais de estimação e uma maneira realista de lidar com tudo isso.

Um "cara legal" tem metas realistas

Talvez esse homem não pretenda conquistar o mundo, mas vai querer maximizar seu potencial para tornar-se o melhor que puder ser.

Um "cara legal" sente atração por mulheres que refletem seus valores e interesses

Esse homem tem o bom senso de se manter distante de grandes obsessões e se concentra em mulheres com quem é capaz de ter um relacionamento tranquilo. Em resumo, ele não passa a vida tentando provar que água e azeite podem se misturar.

Um "cara legal" quer uma mulher com quem possa compartilhar a vida

Esse homem não quer um relacionamento no qual um dos parceiros é exageradamente dependente ou totalmente dominador.


Um "cara legal" não tenta manipular nem usar uma mulher

Esse homem não vai usar grandes técnicas para envolvê-la seduzi-la. Como a sua sedução não é ensaiada, ele pode até ser meio desajeitado, mas seu charme consiste exatamente nisso.

Um "cara legal" apóia sem tentar controlar

Esse homem quer que sua parceira se sinta feliz e realizada; ele quer ajudá-la a alcançar seus objetivos.


Um "cara legal" sabe escutar o que uma mulher diz

Esse homem não é tão egocêntrico a ponto de só conseguir se concentrar em seus próprios problemas e em seu ponto de vista.


Um "cara legal" é justo e sabe compartilhar responsabilidades

Esse homem sabe lavar roupa, fazer a cama, cozinhar. Nada disso é feito com muita perfeição, mas o importante é que ele insiste em colaborar.

Um "cara legal" é honesto

Esse homem procura conviver com todas as experiências que se apresentam sem tentar se enganar sobre seus próprios sentimentos, medos e necessidades.

Um "cara legal" não tem limitações irracionais

Esse homem não a faz sentir-se mal ao excluí-la de aspectos significativos da vida dele, não tem regras irracionais sobre a intensidade de seu envolvimento em uma relação nem sobre até que ponto vai permitir que você se aproxime dele.


Um "cara legal" é capaz de comprometer-se

Esse homem quer ter um relacionamento sólido, companheiro e sério. Seu estilo de vida reflete a capacidade que ele tem de formar laços permanentes.


Um "cara legal" é bem intencionado

Esse homem sempre procura saber o que é melhor para vocês dois.


2 comentários:

Sandra disse...

Um "cara legal" existe???

Dani disse...

Q texto maravilhoso! É só uma questão de tempo... BJs