sexta-feira, 6 de março de 2009

Cadê o meu sapatinho?

Por que certos poemas fazem a alma bater palmas? Músicas, sons, dizem mais sentimentos que conferências?! Gestos, olhares, luzes, sons...alguns são tão mais perfeitos um que o outro. O que os torna tão especiais!

Hoje, recebi um poema lindo de um amigo muito querido. Aqui agradeço as palavras tão belas escritas por ele. Me senti muito bem, por isso, digo em voz alta e "bem grande":

Obrigada, obrigada, obrigada, obrigada, obrigada, obrigada, obrigada, obrigada, obrigada, obrigada, obrigada, obrigada, obrigada, obrigada...

...já te disse obrigada! Obrigada!

Poema que recebi:

perdido eu estava
andando distraido

andei
andei
andei

achei um sapatinho
mas continuei perdido
com aquele sapatinho

pensei até demais
ouvindo meus sentidos

amei
amei
amei

a dona desse sapatinho

- acabei de fazer esse poema pra vc cinderela

autoria: o grande amigo querido!

Um comentário:

Sandra disse...

Lindo poema e
MARAVILHOSAAA imagem,
delicadinha
como vc!!!